Você até tentou fazer isso algumas vezes, mas escovar a língua nunca foi o momento mais agradável da sua higiene bucal, não é mesmo? Toda vez que tentava fazer esse hábito, você sentia um forte mal-estar, muitas vezes, acompanhado por ânsia de vômito. Pode ser que o problema esteja na maneira que você realiza esse ritual que, embora pareça ser bem chatinho, é importante para a saúde da sua boca. Quer saber como fazer essa limpeza de forma correta e amenizar os incômodos? A periodontista Caroline Pessoa ensina.

Por que fazer essa higiene?

Ao mostrar a língua no espelho, podemos perceber que há uma camada branca bem em cima chamada de saburra lingual. Ela é composta por várias bactérias e restos epiteliais de tecidos da gengiva e bochecha. De acordo com a profissional, todo esse restinho de sujeira é responsável por 90% dos casos de mau hálito. "A saburra é formada principalmente no período do sono, em que há uma diminuição na produção de saliva e, consequentemente, um aumento das bactérias", explica.

Pacientes que respiram pela boca, usam medicamentos responsáveis por diminuir a salivação ou que costumam roncar são mais propensos à formação da saburra. Já os fumantes, podem apresentar essa camada da cor marrom devido à pigmentação da nicotina. Se você não realizar a limpeza dessa área ao menos uma vez por dia, corre o risco de ter várias doenças bucais, como a cárie e a xerostomia, sensação de boca seca.

Não desista dessa limpeza

A gente sabe que colocar essa higiene em prática na sua rotina pode ser bem difícil devido ao mal-estar ou à ânsia de vômito que se sente no momento. Mas, apesar dos contratempos, é essencial que o paciente insista nessa limpeza para diminuir a quantidade de bactérias na cavidade oral e evitar o mau hálito, entre outros problemas na região.

Como escovar a língua?

A dentista revela uma dica para não sofrer tanto com esse ritual. "A limpeza não é difícil de se executar e pode ser feita somente na primeira escovação do dia, já que o paciente está em jejum e, com isso, reduz a ânsia de vômito", explica. Após escovar os dentes, você pode cuspir o excesso de creme dental sem enxaguar e escovar a língua, utilizando apenas o resto do creme que restou na boca e nas cerdas da escova.

Depois, é só lavar a boca com água para dar início a segunda etapa da limpeza: o raspador. "Coloque a língua pra fora, deixando os músculos enrijecidos, e passe o raspador de língua para que ele remova toda a sujeira que a escova 'varreu', mas não removeu por completo", instrui a periodontista.

É importante lembrar

- A ânsia de vômito é reduzida com o tempo, contanto que o paciente faça a limpeza diariamente.

- Pacientes com periodontite que não removem a saburra lingual não tem boa resposta ao tratamento de raspagem periodontal.

- Quem faz uso de bebida alcoólica ou enxaguatórios bucais com álcool tem mais chances de ter saburra lingual devido ao ressecamento da mucosa causado pela substância