Pular para o conteúdo principal
Logo Facebook Powered By Logo OralB
06.12.2018

Você sabe para que serve o escaneamento oral?

  O escaneamento oral ajuda o paciente a visualizar sua arcada dentária! Com ela, os dentistas conseguem agilizar tratamentos. Você conhece?
O escaneamento oral ajuda o paciente a visualizar sua arcada dentária! Com ela, os dentistas conseguem agilizar tratamentos. Você conhece?

Expert

Kalina Diniz

Kalina Diniz

CRO-SP: 110560

Especialista em Dentística e Odontologia Estética. Cursos de Toxina Botulínica e Preenchimento orofacial , Lifting não Cirúrgico , curso de Peeling e de dermarroler. Atualização de Endodontia , curso de Escultura dental , Resina Composta para dentes posteriores, participação de 3 Contox e participação do Simpósio de Toxina Botulínica e Preenchimento Orofacial.

Alguma vez você já ficou curioso para saber como é o interior da sua boca? É isso que o escaneamento oral proporciona! “É uma técnica de obtenção de imagens tridimensionais, onde registramos os arcos, dentes, tecidos subjacentes e a oclusão com grande precisão”, detalha a dentista Kalina Diniz. Esse procedimento acontece dentro do consultório, com o acompanhamento de um profissional e utiliza da câmera intra-oral, uma ferramenta capaz de tirar fotos da arcada dentária. Com o procedimento é possível detectar os locais onde a placa bacteriana está acumulada e prevenir futuros problemas bucais. E aí, ficou curioso? Veja mais sobre essa técnica a seguir e entenda para que essa prática serve.

É uma solução prática e rápida para consultas odontológicas

Kalina conta que o escaneamento, também chamado de modelagem digital, facilita o atendimento do paciente durante as consultas. Os profissionais conseguem planejar e gerenciar o que devem fazer e como. Em 3D e colorido, é bem simples mostrar a arcada dentária e o resultado final de um possível tratamento. Além disso, os dentistas também conseguem tirar fotos e mantê-las digitalmente. “O envio dos moldes é instantâneo, através de e-mails para impressão fresca, sendo o serviço mais rápido e mais preciso”, comenta a especialista.

Problemas bucais podem ser identificados ainda no início

A raiz de muitas doenças bucais é a placa bacteriana. Ela é uma pequena camada que cobre os dentes e acumula bactérias na parte da gengiva. Se não eliminada diariamente, ela se desenvolve para problemas ainda maiores, como a gengivite, a cárie ou o tártaro. Todos esses cenários podem ser evitados com uma boa higiene bucal. Mas o que dificulta a limpeza é o fato de que o paciente não consegue, de fato, visualizar a placa, já que muitas vezes ela se acumula na parte de trás dos dentes.

Já dentro do consultório, os pacientes conseguem visualizar em uma pequena tela o interior da boca, enquanto o escaneamento está sendo feito. Assim, o procedimento aponta exatamente onde o acúmulo está maior e direciona o paciente de onde a limpeza deve ser feita com mais atenção. Uma maneira bem legal de evitar problemas bucais!

O escaneamento oral também ajuda em outros procedimentos

Saber como é a disposição dos dentes dentro da boca não ajuda apenas os pacientes. Dentistas também conseguem, com a modelagem digital, encaminhar e agilizar outros procedimentos e possíveis tratamentos bucais. “É indicado para substituir modelos e gesso para o planejamento em cirurgia ortognática, e também cirurgia guiada para implantodontia e para analisar mal posicionamentos, fraturas ou desgastes dentários”, cita Kalina. Se você se encontra em alguma dessas situações ou simplesmente tem interesse de saber como está sua saúde bucal, certifique-se de falar com um profissional para fazer o escaneamento oral.

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Kalina Diniz - Dentística e Odontologia Estética
São Paulo - SP
CRO-SP: 110560

Mais Matérias: Tecnologia
Escova de dentes elétrica conectada: saiba como o novo acessório pode contribuir para limpeza dos dentes
Tecnologia
Escova de dentes elétrica conectada: saiba como o novo acessório pode contribuir para...
A escolha da melhor escova de dentes é sempre uma dúvida entre os pacientes. E não é...
com a participação de:
Rhianna Barreto
CRO-RJ:37448
Terapia fotodinâmica: entenda como a técnica ajuda a odontologia
Tecnologia
Terapia fotodinâmica: entenda como a técnica ajuda a odontologia
Você já ouviu falar em terapia fotodinâmica? Utilizando laser para tratar infecções...
com a participação de:
Rhianna Barreto
CRO-RJ:37448
Blocos onlay e inlay: qual a diferença entre essas próteses?
Tecnologia
Blocos onlay e inlay: qual a diferença entre essas próteses?
O bloco dentário é um dos procedimentos mais comuns dentro de um consultório...
com a participação de:
Rita Ventura
CRO-RJ: 42601
Fotopolimerizador: quais as vantagens de usá-lo no tratamento dental?
Tecnologia
Fotopolimerizador: quais as vantagens de usá-lo no tratamento dental?
Quando se trata de equipamentos tecnológicos, o fotopolimerizador é um dos grandes destaques da...
com a participação de:
Uila Ramos da Silva
CRO-PE 10.380
Microscopia endodôntica: quais os benefícios dessa técnica?
Tecnologia
Microscopia endodôntica: quais os benefícios dessa técnica?
Você já ouviu falar em microscopia endodôntica? Responsável por prevenir e diagnosticar...
com a participação de:
Júlia Sandrini
CRO/SC 17313
Como funciona a anestesia eletrônica?
Tecnologia
Como funciona a anestesia eletrônica?
Você já ouviu falar em anestesia eletrônica ? Muito parecido com o modelo tradicional, esse novo...
com a participação de:
Júlia Sandrini
CRO/SC 17313