Pular para o conteúdo principal
Logo Facebook Powered By Logo OralB
22.04.2021

Você sabe o que é língua geográfica? Como tratar? Quais os sintomas?

Entenda o que é a língua geográfica e os cuidados necessários com essa condição
Entenda o que é a língua geográfica e os cuidados necessários com essa condição

Expert

Uila Ramos da Silva

Uila Ramos da Silva

CRO-PE 10.380

Cirurgiã-Dentista formada pela Universidade Federal de Pernambuco, Ortodontista formada pela Faculdade de Odontologia do Recife, apaixonada pela profissão e motivada por valorizar a vida transformando sorrisos e restaurando a vontade de sorrir!

Você já ouviu falar em língua geográfica? O quadro se caracteriza pelo surgimento de manchas vermelhas e irregulares na região, o que resulta em uma imagem semelhante ao de um mapa geográfico. Embora não tenha uma causa definida, a condição pode estar associada a caráter genético e algumas doenças, como asma e rinite alérgica. Para responder às principais dúvidas sobre a língua geográfica e te ajudar a identificar os sinais mais comuns desta condição, o Sorrisologia conversou com a dentista Uila Ramos. Confira!

O que é língua geográfica?

A língua geográfica é um quadro que pode afetar de 1 a 2% da população, na sua maioria adultos. “Ela constitui uma condição bucal benigna caracterizada pela presença de áreas demarcadas por vermelhidão, concentradas na ponta e bordas laterais da língua”, explica a dentista.

Quanto às causas da língua geográfica, elas permanecem desconhecidas. No entanto, a condição costuma estar relacionada ao fator hereditário de desenvolver manifestações alérgicas, como rinites, asma e urticária. Além disso, pacientes que possuem doenças dermatológicas, como a psoríase, também podem desenvolver a língua geográfica.

Como identificar os sinais de língua geográfica

De acordo com a dentista, a língua geográfica costuma ser assintomática, podendo regredir dentro do prazo de alguns dias ou semanas. Sendo assim, as lesões não causam dores ou quaisquer outros incômodos aos pacientes, como o comprometimento do paladar, durante esse período. No entanto, é importante ressaltar que a alimentação durante a manifestação do quadro requer uma atenção redobrada, já que alimentos condimentados ou ácidos e bebidas alcoólicas tendem a acarretar ardência e queimação na região.

Língua geográfica: tratamento nem sempre é necessário

Por se tratar de um quadro benigno, a língua geográfica não exige um tratamento intensivo. No entanto, a Dra. Uila adianta: é importante buscar ajuda profissional para não correr o risco de negligenciar o atendimento correto. Isso porque os sintomas da língua geográfica apresentam um aspecto parecido com o de outras doenças orais, como lesões pré-cancerígenas e neoplasias, o que requer um acompanhemento imediato.

Por esse motivo, é importante consultar um dentista de confiança para avaliar o seu caso. “O profissional considera a história clínica do paciente, os sintomas apresentados e, quando necessário, solicita biópsia ou encaminha-o para um atendimento com especialista em estomatologia”, revela a especialista.

Geralmente, quando identificado o diagnóstico de língua geográfica, não se indica um tratamento. Mas, em casos específicos, pode ser necessário algumas medidas para amenizar os sintomas de ardência e sensibilidade, sendo necessário o uso de medicamentos, gel de uso tópico ou bochecho.

Este artigo contou com a participação de:
Uila Ramos da Silva - Cirurgiã-Dentista formada pela Universidade Federal de Pernambuco e ortodontista formada pela Faculdade de Odontologia do Recife

CRO-PE: 10.380

Mais Matérias: Saúde Bucal
Flúor na higiene bucal: conheça os benefícios, como usar, presença em alimentos e mais
Saúde Bucal
Flúor na higiene bucal: conheça os benefícios, como usar, presença em alimentos e mais
A saúde bucal depende de uma série de cuidados com a cavidade bucal. O uso e consumo de flúor, por exemplo, é o principal deles. Embora seja um elemento de pouco destaque na tabela periódica, ele é um grande aliado para a saúde do seu sorriso e fazemos uso dele todos os dias, mesmo sem se dar conta....
Enxerto ósseo dentário: um guia completo sobre o procedimento odontológico
Saúde Bucal
Enxerto ósseo dentário: um guia completo sobre o procedimento odontológico
Você já ouviu falar em enxerto ósseo dentário ? Responsável por ampliar a altura e a espessura do osso, o procedimento é indispensável para quem deseja realizar um implante no dente. Mas, assim como qualquer outra técnica odontológica, o enxerto ósseo dentário também...
Ausência de cálcio nos dentes: como identificar?
Saúde Bucal
Ausência de cálcio nos dentes: como identificar?
Você sabia que o cálcio é um nutriente essencial para manter a saúde dos seus dentes? Sim, isso mesmo! Além de garantir o funcionamento de outras partes do organismo, ele participa ativamente na formação, no crescimento e até mesmo na manutenção dos dentes e dos ossos. Apesar do...
Dente furado pode provocar mau hálito?
Saúde Bucal
Dente furado pode provocar mau hálito?
O surgimento de um dente furado é sempre sinônimo de prejuízos para a saúde bucal. Isso porque, além de indicar a presença de cárie, o quadro também pode resultar em outros problemas bucais, como sensibilidade nos dentes e gengiva inchada. Mas, o que poucos pacientes sabem é que, o dente...
Antibiótico pode causar manchas nos dentes: mito ou verdade?
Saúde Bucal
Antibiótico pode causar manchas nos dentes: mito ou verdade?
O surgimento de manchas nos dentes pode ser causado por uma série de fatores diferentes. O desgaste do esmalte dentário e o consumo excessivo de flúor, por exemplo, são os principais entre eles. O que poucos pacientes sabem é que, o uso indevido ou exagerado de antibióticos também pode resultar nas...
Infiltração no dente pode causar dor de cabeça? Especialista explica!
Saúde Bucal
Infiltração no dente pode causar dor de cabeça? Especialista explica!
Dentre as diversas doenças bucais, a infiltração no dente é uma das que trazem mais...
com a participação de:
Julliane Gonzalez
CRO-RJ: 49513