Vamos fazer um teste antes de começar essa leitura: repare, neste momento, com sua boca fechada, em que posição sua língua fica em repouso? Há quem a perceba colada ao céu da boca e há aqueles que posicionam o músculo baixado, como se estivessem atrás do dentes inferiores. A língua tem um papel fundamental em toda a saúde bucal, auxiliando, entre outras funções, na fala e mastigação. E existe um posição correta para mantê-la dentro da boca de forma que não prejudique os seus dentes. Entenda mais sobre esse cuidado com as orientações do dentista Edson Shikazo Myai.

Por que higienizar a língua também é importante?

Você pode nunca ter pensado nisso, mas a língua é um importante elemento para as funções na sua cavidade bucal. Seu músculo é o mais flexível do corpo humano, e o comprimento varia de pessoa para pessoa. Assim como ressalta o especialista, a língua faz parte do sistema digestivo e ainda auxilia na fala, mastigação e paladar. Na hora da limpeza, ela não deve ser deixada de lado. “É importante higienizarmos a língua com o raspador para retirar toda saburra, ou seja, uma camada esbranquiçada ou amarelada que cobre a língua e pode causar mau hálito”, orienta Edson.

Qual é o posicionamento correto de descanso da língua?

Descansar a língua é um ato involuntário, ainda mais porque ela passa boa parte do tempo nessa maneira, especialmente durante o sono. De acordo com o profissional, enquanto descansa ou relaxa, a posição da língua é ficar com a ponta na parte anterior do palato, ou seja, o céu da boca. “Normalmente, quando estamos com os lábios fechados, respirando pelo nariz, a língua fica na posição correta de descanso”, explica ele.

E mantê-la desta forma não é apenas um costume, mas de extrema importância para a toda a cavidade bucal, pois assim não acontecem movimentações dentárias indesejáveis e a respiração do paciente não é obstruída. Se agora você percebeu que não permanece com a língua nessa posição, no céu da boca, saiba que pode estar provocando consequências para sua saúde bucal. “Caso a língua não permaneça nesta posição de descanso, pode ocasionar problemas de respiração e até mesmo alterar posicionamento ósseo e causar desalinhamentos dentários”, esclarece o dentista.

Seu dentista pode indicar um tratamento ideal para sua língua

Para aqueles pacientes que não mantêm a língua na posição correta de descanso, podem ficar tranquilos, pois há maneiras de contornar esse quadro. Segundo Edson, atualmente existem técnicas que são capazes de reposicionar a língua durante o relaxamento, podendo ser indicado um tratamento multidisciplinar. As placas reposicionadoras de língua podem ser uma opção para solucionar esse quadro. “Estas placas são feitas de acrílico e são confeccionadas sob medida pelo cirurgião-dentista”, comenta Edson. Outra possibilidade para tratar o quadro é através de sessões de fonoaudiologia. A médica avalia o caso e orienta a prática de exercícios para que o paciente aprenda a repousar a língua de modo correto.