Pular para o conteúdo principal
Logo Facebook Powered By Logo OralB
17.10.2016

Tempo seco requer mais atenção. Descubra os benefícios da hidratação para sua saúde bucal e geral

Você tem o costume de beber água com frequência? O Sorrisologia explica por que manter-se sempre hidratado é cuidar não só da saúde física mas também da saúde bucal
Você tem o costume de beber água com frequência? O Sorrisologia explica por que manter-se sempre hidratado é cuidar não só da saúde física mas também da saúde bucal

Expert

Sheila Basso

Sheila Basso

CRN3: 21557

Graduação em Nutrição pelo Centro Universitário São Camilo. Especialização em Obesidade, Emagrecimento e Saúde, Universidade Federal de São Paulo – UNIFESP. Especialização em Nutrição Clínica pelo Grupo de Apoio Nutrição Enteral e Parenteral – GANEP.

Quando a umidade do ar fica um pouco mais baixa, alguns problemas já começam a aparecer. Se, em meio a outros sinais, sua boca também anda um pouco mais ressecada, não deixe esse sintoma passar despercebido. Uma das maiores complicações que o tempo seco pode trazer é justamente a desidratação. De acordo com o guia alimentar para a população brasileira do Ministério da Saúde, são necessários pelo menos 2 litros de água por dia para manter todas as funções do corpo em ordem. Agora, para provar a importância da reposição de líquido, a nutricionista Sheila Basso explica os benefícios da hidratação.

A saúde da boca é afetada pela desidratação

A água é um componente essencial ao organismo e a falta dela pode gerar problemas graves. O processo de “ressecamento”, segundo Sheila, se reflete em reações metabólicas mais lentas, prejudicando diretamente a saúde da bucal. “A água tem a função de aumentar o nosso fluxo salivar e, com isso, diminuir a quantidade de alimentos entre os dentes, reduzindo as chances de cáries, aftas e também evitando o mau hálito”, esclarece a nutricionista. Por isso, além dos cuidados de higiene já conhecidos, como escovar os dentes regularmente, insistir em beber mais alguns copos de água durante o dia pode ajudar também na construção de hábitos mais saudáveis para o sorriso.

Não espere a sede chegar

Apesar de não conter calorias ou outros nutrientes, sem a água, o corpo humano só continuaria funcionando por poucos dias. É que esse líquido corresponde a cerca de 75% do que somos, além de fazer parte de vários processos, como na lubrificação dos órgãos, na proteção das articulações, no funcionamento do sistema nervoso central e na digestão dos alimentos pela saliva, por exemplo. É por ser assim, tão importante para o corpo, que, segundo a nutricionista, esperar sentir a falta do líquido para ingerir alguma bebida é um hábito que precisa modificado. “A sede já é um sinal de que o organismo está desidratado”, explica.

Sinais de que é hora de repor o líquido perdido

Com o envelhecimento, o corpo começa a perder água e ressecar. O organismo pode perder líquido de várias formas: pela urina, parte das fezes e até por meio da transpiração. A profissional explica que ficar de olho na primeira, no entanto, é um bom parâmetro para sabermos se a ingestão está adequada: “Se a quantidade for insuficiente, a urina é mais concentrada, com coloração amarelo mais acentuado e odor forte. Se o baixo consumo de água persistir, aumenta o risco de cálculos renais (pedras nos rins) ou cálculos na bexiga.”

Frutas e outros alimentos podem ser fonte de água

Para muita gente, criar o costume de beber água regularmente parece muito difícil. Para esses, uma outra possibilidade é expandir as opções para chás, sopas e caldos. Segundo Sheila, sucos de fruta fresca ou polpa congelada, sem a adição de açúcar, também contam como água. “Eles também ajudam na hidratação, além de fornecerem vitaminas e minerais ao organismo. Alimentos como melão, melancia, chuchu, pepino também contém boa parte de água em sua composição”, garante.

Mais Matérias: Bem Estar
Quais práticas esportivas precisam de protetor bucal?
Bem Estar
Quais práticas esportivas precisam de protetor bucal?
Se você tem o costume de praticar esportes, já deve ter ouvido falar sobre o protetor bucal . Como o próprio nome já indica, o equipamento é o grande responsável por preservar os seus dentes, protegendo-os de possíveis impactos durante algumas práticas esportivas. Ainda assim, é comum que...
Harmonização facial: como saber se preciso desse procedimento?
Bem Estar
Harmonização facial: como saber se preciso desse procedimento?
A harmonização facial tem se tornado um procedimento estético de muita procura, sendo o...
com a participação de:
Rhianna Barreto
CRO-RJ:37448
A higiene bucal pode afetar outras partes do corpo? Entenda!
Bem Estar
A higiene bucal pode afetar outras partes do corpo? Entenda!
Não é novidade que cuidar da higiene bucal é o primeiro passo para garantir a saúde e...
com a participação de:
Uila Ramos da Silva
CRO-PE 10.380
Endocardite: o que é, como tratar, quais as causas?
Bem Estar
Endocardite: o que é, como tratar, quais as causas?
A endocardite é uma doença inflamatória que pode atingir as estruturas internas do coração. Embora seja pouco conhecido entre os pacientes, o quadro é originado pela má higiene bucal e pode afetar significativamente a qualidade de vida do paciente, trazendo danos irreversíveis para o sistema...
Cuidados com aparelho dental fixo: 5 dicas para os primeiros dias de tratamento
Bem Estar
Cuidados com aparelho dental fixo: 5 dicas para os primeiros dias de tratamento
Não dá para negar: os primeiros dias usando aparelho ortodôntico são os mais difíceis do tratamento. Afinal, esse período tende a funcionar como uma fase de adaptação para todas as estruturas. Justamente por se tratar de uma novidade, é comum que os ferrinhos e os bráquetes do...
Como saber se sua enxaqueca tem ligação com problemas dentais?
Bem Estar
Como saber se sua enxaqueca tem ligação com problemas dentais?
Você tem lidado com crises constantes de enxaqueca ? É importante ligar o sinal de alerta, isso pode...
com a participação de:
Igor Puga
CRO-RJ 28418