Ir ao dentista é sempre aquela mesma história, né? Chegamos, sentamos na cadeira odontológica e esperamos enquanto o especialista faz o seu trabalho. No entanto, provavelmente nunca pensamos em quanto o dentista precisa se contorcer para conseguir mexer na nossa boca e cuidar bem direitinho da nossa saúde bucal! Para que tudo funcione da melhor forma, vale pensar também no conforto do profissional - e é aí que entra a cama odontológica! Entenda por que ela é necessária e como ela pode ajudar tanto o paciente, como o profissional.

Você já ouviu falar em ergonomia?

Se você nem sabe do que trata esse termo, é hora de aprender! Essa é a ciência que busca compreender a relação entre o homem e a máquina e/ou quaisquer ferramentas utilizadas por ele. Dessa forma, a ergonomia tem o objetivo de tornar mais eficiente a produtividade em ambientes de trabalho, fazendo com que tudo funcione de maneira melhor e mais efetiva para todos os envolvidos. E, por mais que muitas vezes a gente não pare para pensar nisso, a verdade é que sempre há coisas que podem ser melhoradas. No caso dos dentistas, a posição em que eles normalmente precisam ficar não é nada benéfica para a sua postura, e pode trazê-los alguns problemas. Pensando nisso, o cirurgião-dentista Roberto Motta desenvolveu um novo aparato que pode revolucionar os consultórios dos profissionais: a cama odontológica.

Conheça a cama odontológica

A ideia surgiu a partir do momento em que Roberto percebeu que, na verdade, o problema não envolvia as técnicas utilizadas pelo dentista, e sim as diversas posições em que o profissional precisava se desdobrar na hora do trabalho, tornando-o praticamente um contorcionista. Tendo isso em vista, o cirurgião-dentista optou pela substituição da tradicional cadeira em que o paciente se senta por... uma cama! Exatamente, nessa nova realidade, o paciente passará a ser atendido enquanto está deitado - e, mais especificamente, de lado. Isso permitirá que o dentista se mova com mais facilidade e praticidade, sem precisar se sobrepor ao paciente, uma vez que ele poderá apoiar os braços na cama para aplicar os procedimentos.

Uma experiência muito melhor para o paciente

Muito além de benefícios para o próprio profissional, a cama odontológica também vem para modificar a experiência que o paciente costuma ter nos consultórios. Com mais conforto para ambos, outro fator que sofrerá mudanças é no que no diz respeito ao ponto de escoamento da saliva do paciente, o que vai ajudar a evitar possíveis engasgos durante os procedimentos.