Pular para o conteúdo principal
Logo Facebook Powered By Logo OralB
08.06.2016

Sorriso gengival: entenda como a técnica da Toxina Botulínica pode corrigir essa assimetria facial

Expert

Heloísa Crisóstomo

Heloísa Crisóstomo

CRO: DF-CD-8149

É uma das CEOs da clínica Dental Concept, localizada em Brasília. Formada em odontologia pela Universidade Católica de Brasília, tem certificado DSD e fez aperfeiçoamento em prótese e prótese sobre implante na Associação Brasileira de Odontologia (ABO) de Natal. É presidente da Associação Brasileira de Odontologia (ABO-DF) e especialista em Prótese e Dentística.

Ficar com vergonha na hora de dar aquele sorriso não é nada bom. Isso acaba com a autoestima e você deixa de mostrar o que tem de mais poderoso: seus dentes. Um dos fatores para que essa timidez aconteça é o sorriso gengival. "A proporção entre dentes, gengiva e lábio, faz com que achamos que um sorriso está em harmonia ou não", garante a dentista Heloísa Crisóstomo. Se a quantidade de tecido gengival vem atrapalhado sua rotina, a técnica de aplicação da Toxina Botulínica pode corrigir essa assimetria facial. Descubra como é feita essa técnica com as orientações da dentista Heloísa Crisóstomo!

A proporção favorável de gengiva

A especialista conta que a quantidade de gengiva exposta ao sorrir está entre os fatores da análise estética do sorriso. "Em geral, a exposição de até 3mm de gengiva ao sorrir é considerado dentro do padrão estético", explica ela. Ultrapassando esse limite, pode-se ter uma linha de sorriso mais alta com excesso de gengiva, caracterizando o sorriso gengival. Esse tipo incomoda muita gente, em especial as mulheres, que são o público-alvo dos consultórios estéticos odontológicos.

O tratamento com Toxina Botulínica

Como se já não bastasse ser a queridinha dos consultórios dermatológicos, a Toxina Botulínica também atua nos procedimentos odontológicos diminuindo ou paralisando a força da musculatura próximo à boca, aonde é aplicado. "Assim, faz com que o paciente não consiga mais erguer tanto o lábio superior, diminuindo a quantidade de gengiva exposta ao sorrir", esclarece a profissional. O tempo de duração do medicamento é de três a seis meses. "É importante manter este intervalo de aplicação para o corpo não criar resistência a essa substância", orienta. Após esse período, é necessário fazer uma nova aplicação.

Algumas contraindicações

Essa terapia não é recomendada quando a análise facial e dentária do paciente sugere outros fatores que não se encontram em harmonia. "Como o caso de um dente muito pequeno ou em maxila (um osso da face) com crescimento vertical exagerado. Nesses casos, os procedimentos cirúrgicos têm um resultado mais positivo", completa Heloísa. Se você sente essa necessidade, que tal conversar com seu dentista sobre a possibilidade de adotar a técnica e dar mais harmonia e beleza ao seu sorriso?

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Heloísa Crisóstomo - Odontologista com aperfeiçoamento em prótese e prótese sobre implante
CRO: DF-CD-8149

Mais Matérias: Gengiva
Gengiva inchada e sensível durante o período menstrual: 3 maneiras de aliviar esses incômodos
Gengiva
Gengiva inchada e sensível durante o período menstrual: 3 maneiras de aliviar esses incômodos
A sua gengiva está inchada e bastante sensível, e esses sintomas coincidiram com o seu período menstrual? A verdade é que, esses sinais, embora pareçam muito com os da gengivite , acabam sendo bem comuns durante a menstruação, devido a alteração hormonal da mulher ao longo ou no...
O que é bom para desinflamar a gengiva? Dentista revela 7 tratamentos eficazes para gengivite
Gengiva
O que é bom para desinflamar a gengiva? Dentista revela 7 tratamentos eficazes para...
Além dos dentes, a gengiva é uma parte da arcada dentária que guarda muita sensibilidade. Esse...
com a participação de:
Uila Ramos da Silva
CRO-PE 10.380
Escaneamento intraoral: o que é? Para que serve? Conheça mais sobre essa tecnologia na odontologia
Gengiva
Escaneamento intraoral: o que é? Para que serve? Conheça mais sobre essa tecnologia na...
A tecnologia e a odontologia andam lado a lado. As novas técnicas podem ser usadas para tratar uma...
com a participação de:
Rhianna Barreto
CRO-RJ:37448
Bolha na gengiva é um sinal de gengivite? Dentista explica se há relação entre os dois problemas bucais
Gengiva
Bolha na gengiva é um sinal de gengivite? Dentista explica se há relação entre os dois...
Você notou o surgimento de uma bolha na gengiva ? Então, é importante ligar o sinal de alerta!...
com a participação de:
Uila Ramos da Silva
CRO-PE 10.380
Retração gengival: por que isso acontece? 5 motivos que podem causar esse problema
Gengiva
Retração gengival: por que isso acontece? 5 motivos que podem causar esse problema
Você tem notado que seus dentes estão mais aparentes e sua gengiva menor do que o normal? Fique atento: esses são sinais bem comuns de uma recessão ou retração gengival . Esse problema pode atingir o sorriso de muita gente, causando sensibilidade, cárie e uma aparência estética...
Gengivoplastia: você sabe o que é? Para que serve? Quem pode fazer? Quais os riscos e cuidados do procedimento?
Gengiva
Gengivoplastia: você sabe o que é? Para que serve? Quem pode fazer? Quais os riscos e cuidados do...
Você não está satisfeito com o seu sorriso por conta da gengiva que é grande e espaçosa? A boa notícia é que existem várias opções de tratamento para melhorar o sorriso gengival , uma delas é a gengivoplastia. Conhece esse procedimento odontológico? O Sorrisologia fez...