A sensibilidade dentária é um problema bucal muito comum, mas bastante incômodo também - principalmente em algumas situações. Bebidas e comidas muito geladas ou quentes? Nem pensar. Às vezes até mesmo escovar os dentes se torna uma tarefa difícil. Será que é possível lidar com os dentes sensíveis numa boa? Para a cirurgiã-dentista Daniela Balthazar, os tratamentos indicados por um profissional devem ser seguidos, e um acompanhamento também é importante, mas existem alguns hábitos do dia a dia que podem ajudar a amenizar a dor da sensibilidade. Confira quais são eles a seguir!

O que causa a sensibilidade dentária?

A sensibilidade dentária pode acontecer por diferentes motivos, desde uma cárie até fatores emocionais. Entretanto, segundo a profissional, esse quadro em geral se desenvolve principalmente por causa da retração gengival que, por sua vez, pode ser provocada por uma escovação inadequada (com muita força) que desgasta o esmalte dentário. “A parte macia e interna dos dentes, chamada dentina, tem terminações nervosas e é protegida pelo esmalte. A retração gengival expõe essa parte, e é por isso que surge a sensibilidade”, explica. “Com a exposição da dentina, estímulos externos (alimentos frios ou quentes) ativam os nervos no núcleo do dente, causando uma dor aguda que caracteriza a sensibilidade dentária.”
Além disso, outras causas comuns da hipersensibilidade dentinária são o desgaste do esmalte causado pelo bruxismo, pela escovação com muita força, por cáries ou até mesmo devido a problemas sistêmicos como refluxo ou bulimia. Por isso que, para um diagnóstico mais preciso, é necessário consultar um cirurgião-dentista.

Alimentação pode agravar os dentes sensíveis

De acordo com a dentista, um dos fatores que podem piorar um quadro de sensibilidade dentária é a alimentação. “Alimentos ou bebidas com pH muito baixo (ácidos) podem provocar o desgaste do esmalte, podendo chegar até a dentina, por isso é importante não ingerir esses alimentos com muita frequência”, alerta. Alguns desses alimentos são: cerveja, refrigerante, café, limão e vinagre.

Além disso, outra orientação importante é quanto à escovação dos dentes, que não deve ser feita imediatamente após as refeições. “O indicado é esperar em torno de 20 minutos para que o pH bucal fique menos ácido, evitando o desgaste dos dentes causado pelo atrito da escova com o dente em meio ácido”, conta.

6 formas de amenizar a sensibilidade nos dentes

Embora o tratamento feito com um especialista seja fundamental para cuidar dos dentes sensíveis, existem algumas medidas simples que ajudam a atenuar a dor e o incômodo que a sensibilidade provoca. Entretanto, a cirurgiã-dentista reforça: “É importante sempre procurar um profissional qualificado para diagnosticar a causa dela e indicar o melhor tratamento para você”. Confira algumas recomendações da profissional:

• Usar uma escova de dentes extra macia;
• Escovar os dentes evitando fazer força em excesso, não é a força que você coloca
que vai “limpar melhor”, e sim a escovação correta que pode ser orientada por um
profissional;
• Usar creme dental específico para sensibilidade dentária;
• Usar creme dental com alta concentração de flúor para ajudar fortalecer o esmalte;
• Evitar alimentos ácidos;
• Aguardar para pelo menos 20 minutos após as refeições, antes de escovar os dentes.

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Daniela Balthazar - Cirurgiã-dentista, especialista em implantodontia pela UNICAMP
São Paulo - SP
CRO-SP: 71941