Pular para o conteúdo principal
Logo Facebook Powered By Logo OralB
19.12.2018

Sensibilidade e formação de pus ao redor de um dente podem indicar um abscesso dentário. Entenda mais sobre o assunto!

Expert

Caroline Pessoa da Silva

Caroline Pessoa da Silva

CRO-RJ:29.207

Graduada na Universidade Veiga de Almeida Especialista em Dentística Especialista em Periodontia Atualizacao em Cirurgia Oral Menor Atualizacao em Implantodontia Capacitacao em Laser de alta e baixa potência

Você desconfia que está com o dente inflamado e tudo começou com uma sensibilidade, acompanhada da gengiva saindo pus bem próximo aos dentes. Se esses sintomas se tornaram comuns na sua boca, significa que você pode estar com abscesso dentário. Já ouviu falar nesse problema? É uma complicação que pode ter duas origens: endodôntica, causada por uma bactéria ou trauma no dente, ou periodontal, formada principalmente pelo tártaro. Para entender melhor, convidamos a periodontista Caroline Pessoa.

Dente inflamado: como acontece o abscesso dentário endodôntico

O abscesso endodôntico, geralmente, começa a partir de uma cárie que não foi tratada e atingiu a polpa. "A polpa sofre um processo de necrose devido aos ataques bacterianos e, como resultado desse processo, há formação de pus dentro dos canais radiculares e seu acúmulo se dá no ápice da raiz do dente atingido", esclarece a especialista.

Este é o abscesso mais comum entre os pacientes e a terapia vai depender do tamanho da infecção. "Seu tratamento pode ser somente o procedimento de canal, porém, em casos mais graves, pode ser que o profissional tenha que realizar a drenagem do abcesso", conta Caroline. Nos casos mais extremos, em que bactéria já destruiu a maior parte do tecido de suporte dentário, a única saída é extração do dente

O que é abscesso dentário com causa periodontal?

Existem dois tipos de abscesso com causa periodontal: gengival e com participação bacteriana. O primeiro problema é motivado por algum corpo estranho, como, por exemplo, aquela casquinha do milho de pipoca que fica presa entre os dentes e a gengiva, gerando uma pequena inflamação. "Esse tipo de abcesso é o mais fácil de ser tratado, pois a simples remoção da causa já cessa o problema e, principalmente, a dor no paciente", garante. 

Já a causa bacteriana é formada a partir do tártaro subgengival (aqueles que ficam presos nas raízes dos dentes). "Essas bactérias têm como produto da metabolização do açúcar, a formação de ácidos no meio oral, que além de destruir o tecido de suporte do dente, também acarreta a formação de secreção purulenta", explica a periodontista. O tratamento é a remoção deste cálculo com raspagem periodontal e alisamento radicular ou até mesmo cirurgia para raspagem da placa nas raízes - vai depender da profundidade do problema. Nos casos agudos, os profissionais associam a terapia com antibióticos específicos para acabar coma as bactérias que causam a infecção.

Sinais e sintomas de um abcesso dentário

- Dor latejante e persistente no dente ou área da gengiva
- Dor ao morder com o dente afetado
- Gengiva saindo pus, avermelhada e aumentada de volume
- Febre
- Gânglios do pescoço inchados
- Dente escurecido
- Presença de pus nas gengivas

Em casos mais graves, em que o abcesso tenha evoluído em grandes proporções, pode haver limitação de abertura da boca, comprometimento das estruturas da face, pescoço e vias respiratórias. Nesses casos, o atendimento ao paciente passa a ser feito no hospital com urgência.

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Caroline Pessoa da Silva - Especialista em Dentística e Periodontia
Rio de Janeiro - RJ
CRO-RJ:29207

Originalmente publicada em 19/07/2017
Atualizada em 19/12/2018

Mais Matérias: Sensibilidade
Lixar os dentes em casa: dentista esclarece os principais riscos do "desafio" das redes sociais que desgasta o esmalte dentário
Sensibilidade
Lixar os dentes em casa: dentista esclarece os principais riscos do "desafio" das redes...
A saúde bucal de muitas pessoas foi colocada em risco na internet nestes últimos dias. Um novo desafio...
com a participação de:
Caroline Malavasi
CRO /RJ 38947
Gengiva inchada e sensível durante o período menstrual: 3 maneiras de aliviar esses incômodos
Sensibilidade
Gengiva inchada e sensível durante o período menstrual: 3 maneiras de aliviar esses incômodos
A sua gengiva está inchada e bastante sensível, e esses sintomas coincidiram com o seu período menstrual? A verdade é que, esses sinais, embora pareçam muito com os da gengivite , acabam sendo bem comuns durante a menstruação, devido a alteração hormonal da mulher ao longo ou no...
A sensibilidade dentária piora durante o inverno? Entenda!
Sensibilidade
A sensibilidade dentária piora durante o inverno? Entenda!
Há quem diga que o inverno é a melhor estação do ano, há quem discorde. Mas,...
com a participação de:
Júlia Sandrini
CRO/SC 17313
Além da cárie: dor de dente na criança pode ser sensibilidade? Entenda as causas da perda do esmalte dentário
Sensibilidade
Além da cárie: dor de dente na criança pode ser sensibilidade? Entenda as causas da perda do...
Ver o nosso filho sentir qualquer tipo de dor é muito ruim, principalmente quando não sabemos a origem desse incômodo. Um exemplo muito comum é a dor de dente , que pode acontecer por vários motivos, como uma cárie, bruxismo infantil ou até mesmo a sensibilidade. Mas é possível a...
5 situações que acontecem quando você tem sensibilidade nos dentes
Sensibilidade
5 situações que acontecem quando você tem sensibilidade nos dentes
Beber água gelada, dar uma mordida num picolé ou tomar um suco de laranja são alguns hábitos simples para a maioria das pessoas. Mas, se você sofre com a sensibilidade nos dentes , certamente deve saber que esses pequenos prazeres podem causar aquela dorzinha chata. O incômodo é mais comum do que imaginamos...
9 coisas que melhoram ou pioram a sensibilidade nos dentes
Sensibilidade
9 coisas que melhoram ou pioram a sensibilidade nos dentes
Sensibilidade dentária é um probleminha bem chatinho de lidar, principalmente quando afeta um dos...
com a participação de:
Daniela Balthazar
CRO-SP: 71941