Tão pequenos e fofinhos os bebês são uma alegria para a família desde o momento em que estão na barriga da mãe até depois do nascimento. Só de ver aquele sorrinho banguela, já é motivo de ficar feliz. Mas, para manter a saúde desses sorriso por bastante tempo, é importante levá-lo para sua primeira consulta ao dentista. Não espere até nascer os primeiros dentinhos para realizar essa visita. Você tem ideia de quando é o momento certo para fazer isso? O Sorrisologia e a odontopediatra Paula Moraes vão te mostrar todos os detalhes deste primeiro momento na vida do seu filho. 

A importância do acompanhamento odontológico desde cedo

Não dá pra negar, visitar seu dentista é a melhor forma de prevenir doenças bucais e cuidar do nosso sorriso. Com a criança não é nem um pouco diferente. "Ao fazer visitas regularmente e o quanto antes ao dentista, mais cedo o profissional pode fazer consultas de prevenção e diagnosticar possíveis anormalidades”, afirma Paula. Além disso, a criança também ficará mais à vontade no ambiente odontológico, fortalecendo o vínculo com o seu Odontopediatra e perdendo o medo de ir ao dentista.

Quando começar os cuidados bucais?

A especialista indica que o ideal é que o acompanhamento seja feito antes mesmo do seu pequeno nascer. “A mãe, ainda na gestação, deve ir ao dentista para fazer uma consulta de prevenção e receber todas as informações necessárias para realizar uma higiene bucal adequada no seu bebê”, esclarece. Segundo a profissional, a primeira consulta serve então para os pais receberem orientações sobre como será a alimentação e os primeiros cuidados bucais, como por exemplo, limpar toda a boquinha do bebê com gaze ou fraldinha limpa embebida com água filtrada de forma suave pelo menos duas vezes ao dia.

O que esperar deste momento?

Já na primeira visita do seu baby ao odontopediatra, o profissional vai realizar uma série de perguntas sobre a gestação até a atual dieta da criança. "A partir dessa coleta o médico vai realizar um plano de tratamento de prevenção e dar todas as informações adequadas", explica.

Nessa análise o dentista também fará um exame clínico na boca do bebê para saber se está dentro do padrão de normalidade. Problemas como quando o freio lingual é mais curto do que o costume já podem ser identificados. “Um bebê pode nascer, por exemplo, com fissuras labiais, que são diagnosticadas ainda na maternidade”, explica.

Carinho de pais para filhos

Dizem que os filhos são o reflexo dos pais. E é verdade. Por isso, é importante que os pequenos vejam seus pais tendo bons hábitos de higiene. “Assim as crianças vão querer imitar seus responsáveis. Utilizar instrumentos de higiene bucal com decoração de personagens infantis pode ajudar a incentivar as crianças em manter a sua higiene”, finaliza Paula.

Os itens de higiene bucal que a criança merece

Para tornar este momento mais divertido e saudável, o ideal é utilizar uma escova de dentes feita para o seu filho. As escovas infantis possuem indicações de idade e você confere qual se encaixa com a fase dele. Todas, porém, possuem cerdas extra-macias e cabo antideslizante desenhado especialmente pra ajudar tanto os pais a escovarem os dentes do seu bebê ou para ajudar a própria criança quando estiver aprendendo. Dê exemplos e motivos para seu filho sorrir muito por toda a vida!