Pular para o conteúdo principal
Logo Facebook Powered By Logo OralB
21.08.2020

Saúde bucal do idoso: como a higiene deve ser feita? Cuidados com prótese, implante... Todas as dicas para ter um sorriso saudável na melhor idade

Engana-se quem pensa que as preocupações com a saúde bucal se restringem à infância e vida adulta. Com o envelhecimento, a saúde bucal também requer uma atenção especial e cuidados redobrados. Ainda assim, é comum que surjam uma série de dúvidas: como higienizar os dentes nessa fase? Quais os cuidados necessários com a prótese dentária? Devo ou não investir em uma escova elétrica? Para esclarecer essas e outras dúvidas, o Sorrisologia preparou uma matéria especial com tudo o que você precisa saber para garantir um sorriso saudável a partir dos 60 anos. Veja só!

1. Principais cuidados com a saúde bucal do idoso

Esqueça aquela velha histórica de a perda dentária faz parte do processo natural de envelhecimento. Na verdade, o tempo passa, mas os cuidados com a saúde bucal ficam pra toda vida. Afinal, além de garantir a estética do seu sorriso, alguns hábitos simples podem prevenir uma série de problemas bucais e, assim, evitar que todo o resto seja facilmente comprometido. Para entender como cuidar direitinho dessa parte tão importante do seu corpo durante a terceira idade, nós separamos alguns passos que devem fazer parte da sua rotina.

1.1. Os seus dentes precisam de atenção redobrada

Não é novidade que eles são a chave para um sorriso saudável, certo? Não é à toa que uma das maiores preocupações ao chegar na terceira idade é a perda dentária. Para garantir que os dentes estejam sempre saudáveis, a escovação é um processo essencial e que deve ser feito diariamente, após as refeições. Para isso, é necessário investir em um conjunto de ferramentas fundamentais: escova de dentes, creme dental, fio dental e enxaguante bucal. Na hora da escovação, uma boa dica é dividir a cavidade bucal em quatro partes, e limpar cada uma delas por aproximadamente 30 segundos, com movimentos de vai e vem. Lembre-se: nada de acelerar nesse momento, ok?

1.2. Cuide bem da sua gengiva

Além dos dentes, existe uma outra parte da sua boca que merece uma atenção especial: a gengiva. Embora também ocorra nas outras fases da vida, a gengivite é ainda mais comum na terceira idade. Isso porque alguns fatores como a má alimentação, higiene bucal inadequada ao longo dos anos, doenças sistêmicas, estresse, fumo e o uso de alguns medicamentos podem influenciar bastante na saúde dessa região. Por isso, é importante utilizar fio dental para remover todos os restinhos de alimentos que ficam presos entre os dentes e que a escova não consegue alcançar e, assim, remover a temida placa bacteriana. Além disso, vale lembrar que uma gengiva sangrando pode ser sinônimo de que algo não vai bem e, por isso, é necessário consultar um especialista o quanto antes.

1.3. Capriche na higiene da sua prótese dentária

Quando se trata de higiene bucal na terceira idade, existe um fator que pode influenciar bastante: a prótese dentária. O acessório, que possui a função de repor a estrutura dentária do paciente e recuperar o seu sorriso, é muito nesta etapa da vida. Ainda assim, é importante ressaltar que nem todo mundo que atinge essa idade precisar usá-la. Para quem utiliza, alguns cuidados específicos devem ser tomadas. A higiene da prótese, por exemplo, deve ser feita com ela fora da boca. Além disso, no caso das próteses fixas, parciais ou totais, o processo deve ser feito com uma escova macia, creme dental, fio dental e enxaguante bucal. Já as próteses móveis devem ser higienizadas com sabão neutro e escova dura, e depois enxaguadas com água corrente. Na hora de dormir, é necessário guardar sua prótese em um lugar seguro e úmido, evitando que ela resseque.

1.4. Escovar a língua também é importante

Assim como os dentes, a língua também deve ser escovada durante a higiene bucal. Isso mesmo! Embora muita das vezes seja esquecido, esse órgão desempenha funções fundamentais que contribuem para um sorriso bonito e saudável. Além de eliminar a saburra lingual e o mau hálito, ele reduz as chances de surgimento da cárie, que também podem ocorrer na terceira idade. Por isso, já sabe, né? É preciso dedicar uns minutinhos do seu tempo para escovar a língua também. Para isso, basta utilizar a própria escova de dentes ou investir em uma ferramenta mais específica, como o limpador de língua, disponível no mercado em metal e plástico, com ou sem cerdas.

2. Produtos essenciais para garantir a saúde bucal na terceira idade

Não basta ter uma rotina de cuidados e higiene, é preciso também investir nos produtos certos. Devido a grande variedade de escovas de dentes e cremes dentais, é comum que o paciente tenha dificuldades em acertar na sua escolha. Para garantir um bom resultado, o primeiro passo é conversar com o seu dentista e, assim, descobrir as opções mais apropriadas para as suas necessidades e, especialmente, para essa fase da vida. Por isso, que tal entender um pouco mais sobre a importância de cada um desses itens para o seu sorriso?

2.1. Escova de dentes elétrica

A escova de dentes é, certamente, o item indispensável para uma boa higiene bucal. Responsável por todo o processo de limpeza, ela ajuda na remoção da placa bacteriana das superfícies dos dentes e nos resquícios de alimentos que podem ficar escondidos nos elementos. No caso de pacientes idosos, a escova de dentes elétrica pode ser uma grande aliada. Isso porque ela é uma ótima alternativa para lidar com a falta de cognição e controle da escovação, que são comuns nessa idade.

2.2. Enxaguante bucal

Assim como a escova de dentes, o enxaguante bucal também é uma ferramenta fundamental no processo de higienização da boca. Capas de combater os microrganismos causadores de cáries e placas bacterianas, ele mantém o seu sorriso protegido e livre desses problemas. Na hora de escolhê-lo, o ideal é optar pelos enxaguantes que não possuem álcool em sua fórmula. Depois disso, basta utilizá-lo após a escovação: despeje 20ml do produto na tampinha, coloque o líquido na boca, faça bochechos durante 30 segundos e cuspa tudo em seguida. Lembrando que não é necessário “limpar” a boca depois, hein? Isso pode prejudicar o efeito do enxaguante!

2.3. Fio dental

Ao contrário do que algumas pessoas acreditam, o fio dental não é um item opcional. Na verdade, ele é extremamente importante no processo de escovação para garantir uma limpeza dos dentes mais eficaz. Isso porque apenas o uso da escova de dentes não garante que alguns lugares, como o espaço entre os dentes, serão higienizados corretamente. Por isso, lembre-se de usar o fio dental, ok? Ele pode garantir a saúde e a estética do seu sorriso na melhor idade.

3. Os problemas bucais mais comuns na terceira idade

Cuidar da saúde bucal é o primeiro passo para garantir um sorriso saudável em qualquer fase da vida. Mas, quando se trata da terceira, existem alguns problemas bucais que podem surgir com mais facilidade. Por isso, é sempre bom saber um pouco mais sobre essas doenças para evitar que elas aconteçam, né? Confira mais sobre cada um dos principais problemas bucais na terceira idade a seguir.

3.1. Cárie

Para surpresa de alguns, não são apenas as crianças que sofrem com o surgimento da cárie. Na verdade, os idosos também podem desenvolver a doença. Nesse caso, a complicação costuma ser causada pela escovação insuficiente, pela ingestão excessiva de açúcar ou por uma rotina de higienização inadequada. Além disso, o avanço da idade favorecer a exposição e o desgaste dos órgãos, o que facilita o surgimento de algumas doenças, como a cárie. Por isso, quando se trata de cárie na terceira idade, o melhor remédio é a prevenção. A chave para um sorriso livre dessas temidas manchinhas é a escovação com todas as recomendações dos dentistas e a higienização com o uso de creme dental com flúor e fio dental.

3.2. Gengivite

Embora a gengiva possa surgir em pacientes de qualquer faixa etária, existem alguns fatores que podem contribuir para sua alta prevalência na terceira idade. A má higiene bucal é o principal deles. Acontece que, muitos idosos têm dificuldade em realizar o ritual de forma adequada, por dificuldades motoras e de visão. E, é justamente aí, que mora o problema, já que a ausência de uma boa higiene bucal favorece o acúmulo de placa bacteriana e, consequentemente, o surgimento da gengivite. Por isso, o ideal é redobrar a atenção com a limpeza dos dentes e nunca se esquecer de escová-los após as refeições.

3.3. Sensibilidade

A sensibilidade dentária é outro problema comum na terceira idade, resultado das cáries e gengivite. Com o passar dos anos, a gengiva tende a se deslocar para cima fazendo com que a raiz dos dentes, que não possuem a proteção do esmalte, fique exposta, causando a sensibilidade. Para evitar o quadro, uma boa saída é investir em um creme dental apropriado para o problema. Mas, se o problema persistir, é necessário consultar o seu dentista de confiança, já que o incômodo pode ser um sinal de cáries ou dente fraturado.

Mais Matérias: Saúde Bucal
Braquetes estéticos: o que são? Qual é a diferença deles para os comuns?
Saúde Bucal
Braquetes estéticos: o que são? Qual é a diferença deles para os comuns?
Seus dentes estão tortos e a única maneira de alinhá-los é com o tratamento...
com a participação de:
Uila Ramos da Silva
CRO-PE 10.380
5 dicas de como preservar a sua escova de dentes elétrica por muito mais tempo
Saúde Bucal
5 dicas de como preservar a sua escova de dentes elétrica por muito mais tempo
A escova de dentes elétrica já provou ser uma opção tecnológica que facilita (e...
com a participação de:
Rhianna Barreto
CRO-RJ:37448
Enxaguante bucal pode substituir a escovação dos dentes?
Saúde Bucal
Enxaguante bucal pode substituir a escovação dos dentes?
A higiene bucal é um autocuidado que não pode ser substituído por nada! Através desse...
com a participação de:
Uila Ramos da Silva
CRO-PE 10.380
7 novas tecnologias na ortodontia que fazem diferença no tratamento ortodôntico
Saúde Bucal
7 novas tecnologias na ortodontia que fazem diferença no tratamento ortodôntico
Você sabia que a ortodontia caminha junto com a tecnologia? O tratamento ortodôntico por si só...
com a participação de:
Uila Ramos da Silva
CRO-PE 10.380
Afta na boca: qual é o melhor tratamento? Como prevenir essas lesões?
Saúde Bucal
Afta na boca: qual é o melhor tratamento? Como prevenir essas lesões?
Dentre os problemas bucais mais comuns, a afta é certamente um dos mais incômodos. Além de...
com a participação de:
Sandra Regina de Oliveira Torres
CRO-SP:113237
Profilaxia dental: por que fazer? 6 problemas bucais que o procedimento é capaz de prevenir
Saúde Bucal
Profilaxia dental: por que fazer? 6 problemas bucais que o procedimento é capaz de...
Ir ao dentista tem uma porção de vantagens. Desde tratar uma incômoda dor de dente , até...
com a participação de:
Sandra Regina de Oliveira Torres
CRO-SP:113237