Pular para o conteúdo principal
Logo Facebook Powered By Logo OralB
25.10.2019

Restauração indireta: o que é, como é feita e quais os cuidados após o procedimento?

  Você já ouviu falar na restauração indireta? Um especialista contou tudo que você precisa saber sobre essa técnica que ajuda a reconstruir uma parte do dente
Você já ouviu falar na restauração indireta? Um especialista contou tudo que você precisa saber sobre essa técnica que ajuda a reconstruir uma parte do dente

Expert

Johnathan Marcondes

Johnathan Marcondes

CRO-PA: 4456

Cirurgião-Dentista formado pela Unioeste ( Universidade Estadual do Oeste do Paraná) em 2005- pós graduado em lentes de contato dental e facetas de porcelana. Aplicação de toxina botulina (Botox), preenchimento facial com ácido hialurônico, cirurgia de Bichectomia. Prótese - Odontologia Estética - Odontologia Digital. Membro da SBOE - Sociedade Brasileira de Odontologia Estética. Membro da IFED- International Federation Esthetic Dentistry Proprietário da Clínica Top Dente.

A restauração dentária é um dos procedimentos mais comuns dentro de um consultório odontológico, e ela costuma ser indicada principalmente em casos onde o elemento dental sofreu alguma fratura ou lesão por cárie. Mas você sabia que existe uma variação entre os tipos de restauração? “Elas se dividem em dois grandes grupos: as restaurações diretas e as indiretas”, explica o cirurgião-dentista Johnathan Marcondes. Que tal entender um pouquinho mais sobre a restauração indireta? O especialista esclareceu alguns pontos sobre o procedimento. Confira!

Restauração indireta x direta

De acordo com o profissional, a restauração indireta é utilizada para o mesmo fim que a direta, com apenas uma diferença: ela é confeccionada em um laboratório. Dessa forma, ela é um processo mais demorado, mas que dispõe de uma certa variedade de materiais, já que é possível realizá-la com resinas, cerâmicas ou dissilicato de lítio. “As restaurações diretas, por sua vez, são utilizadas para reconstruir dentes fraturados, com cáries ou até para pequenos reparos estéticos, preenchendo os espaços necessários”, conta. Além disso, as resinas escolhidas são as fotopolimerizáveis, que são colocadas no mesmo dia da consulta pelo dentista, sendo um processo bem mais rápido.

Você já ouviu falar em “inlays” e “onlays”?

Essas expressões são utilizadas para se referir às restaurações indiretas, isto é, quando as peças são fabricadas fora da boca, geralmente em um laboratório, e posteriormente é que elas são cimentadas no dente pelo dentista. “Há momentos em que um dente sofre danos (por cárie, por exemplo) que é muito extenso para ser tratado com uma simples restauração, mas não extenso o suficiente para precisar de uma coroa com cobertura total”, afirma Leonardo. Segundo o profissional, uma restauração indireta é considerada “inlay” quando ela se encaixa dentro de uma cavidade entre as cúspides do dente pré-molar ou molar. Já a “onlay” promove a cobertura de uma ou mais destas cúspides, mas o especialista afirma que de qualquer forma, o procedimento é exatamente o mesmo para ambas as técnicas.

Como é feita a confecção dessa restauração

A confecção tanto da “inlay” quanto da “onlay” é muito parecida com uma coroa total, de acordo com Johnathan, com o grande porém de que há maior desgaste na estrutura natural do dente. “Quando se confecciona uma coroa, o dente precisa passar por uma reformulação significativa, para que ele se encaixe dentro de sua nova cobertura. Por isso, “inlays” e “onlays” podem ser indicadas em vez de coroas quando um dente deve ser restaurado com este tipo mais conservador de tratamento”, esclarece.

Para que o procedimento seja realizado, em primeiro lugar há a preparação do dente: a impressão do elemento é feita e enviada para o laboratório de prótese dentária. Lá, o modelo da restauração é feito com base na impressão. Embora a restauração permanente ainda leve um tempo para ser feita e posta sobre o dente, o paciente sai do consultório com uma provisória para proteger o local e, na segunda sessão, a restauração permanente é fixada ao dente.

Os cuidados com a restauração

Por mais que as restaurações tanto “inlays” quanto “onlays” sejam fortes e duradouras, é preciso ter tanto cuidado com elas quanto se tem com um dente natural. Isto é, a higiene bucal deve sempre estar em dia, devendo ser realizada após as principais refeições, e as visitas ao dentista também não devem ser deixadas de lado. Uma boa profilaxia com um profissional especializado e os cuidados com a rotina de higiene diários certamente serão o que o paciente precisa para manter a restauração firme.

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Johnathan Marcondes - Cirurgião-Dentista
Parauapebas, PA
CRO-PA: 4456

Mais Matérias: Saúde Bucal
Como aliviar ardência na boca? Conheça os tratamentos mais indicados para o problema
Saúde Bucal
Como aliviar ardência na boca? Conheça os tratamentos mais indicados para o problema
A falta de uma higiene bucal adequada pode causar muitos problemas ao seu sorriso. Além das doenças...
com a participação de:
Sandra Regina de Oliveira Torres
CRO-SP:113237
O que não se deve fazer depois de arrancar o siso? 5 coisas para evitar ao extrair o dente
Saúde Bucal
O que não se deve fazer depois de arrancar o siso? 5 coisas para evitar ao extrair o...
A cirurgia do dente siso até hoje é muito questionado pelos pacientes. Além do procedimento...
com a participação de:
Sandra Regina de Oliveira Torres
CRO-SP:113237
Qual enxaguante bucal ajuda a tratar o mau hálito? Entenda se esse produto de higiene bucal é capaz de melhorar a halitose
Saúde Bucal
Qual enxaguante bucal ajuda a tratar o mau hálito? Entenda se esse produto de higiene...
Que o mau hálito é um dos problemas bucais mais temidos entre os pacientes não é...
com a participação de:
Nelson Alfarano
CRO-RJ: 18163
Cárie de mamadeira: o que é, como pode afetar a saúde bucal do bebê, tratamento e as principais dúvidas sobre a doença
Saúde Bucal
Cárie de mamadeira: o que é, como pode afetar a saúde bucal do bebê, tratamento e as...
A cárie é uma doença bucal que atinge todas as idades . Mas, por sua principal causa ser o...
com a participação de:
Simone Rocha de Moraes Bastos
CRO-RJ: 40813
Como aliviar dor de dente causada pelo abscesso dentário?
Saúde Bucal
Como aliviar dor de dente causada pelo abscesso dentário?
Dor de dente: você sente esse incômodo? Muitas pessoas percebem esse sintoma ao longo do dia ou em...
com a participação de:
Rhianna Barreto
CRO-RJ:37448
Boca seca ao acordar: isso é normal?
Saúde Bucal
Boca seca ao acordar: isso é normal?
Você já percebeu a sua boca seca ao acordar? Caracterizado pela produção insuficiente...
com a participação de:
Caroline Malavasi
CRO /RJ 38947