Seja por uma fratura ou surgimento de cáries, a restauração de dentes é um dos procedimentos mais utilizados para corrigir o sorriso. Simples, rápido e indolor, o tratamento pode ser feito com diferentes materiais e, consequentemente, ter uma durabilidade variável. Por isso, é importante manter alguns cuidados para evitar o desgaste na região, preservar o tratamento e realizar a troca da restauração no período certo. Quer saber como? O Sorrisologia te conta! Confira abaixo 5 cuidados para garantir a durabilidade da sua restauração dental.

Afinal, quanto tempo dura a restauração de dente?

Depende. Acontece que, a restauração pode ser feita de, pelo menos, dois materiais - resina e porcelana -, o que influencia diretamente na sua durabilidade. No caso da restauração dental feita de resina, por exemplo, o tempo de duração pode ser de 3 a 10 anos. Já a restauração de porcelana diminui um pouco mais as chances de desgaste, prolongando o tratamento por até 13 anos.

Entretanto, é importante lembrar que alguns fatores externos também podem influenciar na conservação do tratamento. A nicotina e a cafeína, por exemplo, ajudam a amarelar e desgastar a restauração com o tempo. Além disso, a má higiene bucal é outro fator que causar prejuízos ao elemento dental, resultando em infiltrações no procedimento.

Em alguns casos, é preciso fazer a troca da restauração de dente

Recentemente proibida, a amálgama foi bastante utilizada por dentistas no passado e, por isso, ainda está presente no sorriso de muitos pacientes. Sendo assim, se você fez o tratamento com o material, é preciso ficar atento: além do prejuízo estético, a restauração pode ser tóxica, já que contém grandes quantidades de mercúrio em sua composição. Por isso, é fundamental buscar a ajuda de um dentista para realizar a troca das restaurações por resina ou porcelana.

Além dos casos de restauração com amálgama, os pacientes com infiltração no elemento onde o tratamento foi realizado também devem refazer o tratamento. Isso porque, quando há esse tipo de problema, o dente pode ficar mais suscetível à proliferação de bactérias que resultam em doenças periodontais, como cáries e gengivite.

Cuidados diários são necessários para preservar o tratamento

Seja de porcelana ou resina, a restauração de dente precisa de alguns cuidados especiais para diminuir as chances de estragos ou perda do tratamento. Veja alguns deles abaixo:

- Manter uma boa higiene bucal diariamente, incluindo o uso de escovas de cerdas macias, fio dental e bochechos;
- Não utilizar antissépticos à base de álcool, já que a substância pode prejudicar a qualidade da restauração;
- Evitar bebidas com pigmentação forte, como vinho, café e refrigerante, para diminuir as chances de manchas no material da restauração;
- Não abrir garrafas e outros objetos com os dentes;
- Lembre-se: as consultas para revisão e limpeza dos dentes devem ser regulares. Elas são a garantia de um sorriso saudável e bonito.