Muitas vezes, algumas ações simples do dia a dia podem causar prejuízos à nossa saúde bucal. A exposição da raiz do dente é um exemplo disso e começa com um problema de retração gengival, que pode ter início em situações simples da nossa rotina, como no momento em que vamos escovar nossos dentes. Mas afinal, por que isso acontece e quais são os riscos de uma raiz exposta? Para que você entenda mais sobre esse assunto, conversamos com a dentista Christine Russi que explica como essa situação se desenvolve e quais os tratamentos mais indicados.

Raiz do dente exposta: o que pode ser?

Diversos são fatores que podem levar à exposição da raiz do dente, também chamada de recessão gengival. Para que o paciente sofra com esse problema é necessário que, primeiramente, a gengiva passe por um processo inflamatório. A dentista explica como essa situação se desenvolve: “Após esse edema, temos uma retração do tecido e, por consequência, uma recessão da gengiva", comenta a profissional.

Os principais fatores que contribuem para esse quadro são traumas durante a escovação, periodontite crônica ou agressiva, diabetes, fumo, e alergias ao metal de próteses dentárias. Christine completa: “Alguns tipos de tratamento ortodôntico, o mal posicionamento dentário, e biótipo gengival, quando o paciente possui gengivas finas e delicadas, também podem contribuir para o aparecimento do problema", explica

Esse problema pode acontecer em qualquer idade?

Sim, o processo de exposição da raiz se inicia lentamente e pode se manifestar no paciente em qualquer idade. A profissional faz um alerta para a manifestação da doença: “Quando se percebe a dor ou a presença de retração, o dano já está instalado e infelizmente é difícil conseguir uma reversão do processo de retração gengival”, adverte.

Fatores que contribuem a raiz do dente exposta

Em conjunto com a dentista, separamos uma série de fatores que muitas vezes parecem inofensivos, mas que podem contribuir para que a raiz do dente fique exposta:

- Falta de higiene adequada;
- Não usar fio dental ou usar incorretamente;
- Interferência oclusal;
- Presença de tártaro;
- Escovação exageradamente forte;
- Uso de medicação que causam xerostomia ou deixam a boca seca;
- Uso de piercing na cavidade bucal.

Como tratar a raiz do dente exposta

Existe uma técnica de recobrimento radicular que pode ser uma solução para a raiz exposta. “Essa cirurgia consiste em retirar um retalho de gengiva de um sítio doador, e colocá-lo para recobrir a área afetada pela retração”, explica a dentista. É importante ressaltar que para que se tenha êxito nesta cirurgia, o profissional precisa fazer uma limpeza local de tártaro e ter a certeza de não haverá mais problemas periodontais nesta região. Caso o paciente sinta sensibilidade nesta área, o que é muito comum em casos de retração, pode-se usar a Laserterapia para diminuir esse sintoma. "Além disso, o uso de cremes dentais adequados também ajuda a melhorar essa sensação", finaliza.