As festas de final de ano estão chegando e além dos presentes de Natal, amigos secretos e muitos sorrisos, é uma época também de muitas comidas deliciosas. Para quem usa aparelho, no entanto, essa situação pode ser um pouco mais complicada. “No meio de tantas comidas típicas, tradicionais de Natal e Réveillon, estão muitas pegadinhas para quebrar seu aparelho ortodôntico”, alerta o ortodontista Caio Botta Martins. Alguns cuidados, portanto, precisam ser tomados nessa época do ano por quem está passando pelo tratamento. Saiba como prevenir problemas sem deixar de aproveitar ao máximo as festas com recomendações do profissional!

Alguns alimentos natalinos podem atrapalhar o tratamento ortodôntico

O aparelho ortodôntico é formado por diferentes peças: bráquetes, fio ortodôntico, borrachinhas, bandas, elásticos... Sendo algumas delas coladas aos dentes. “Esta adesão é alta, ou seja, os adesivos utilizados trazem segurança e boa colagem entre o dente e a peça do aparelho”, garante Caio. Mesmo assim, certos alimentos duros podem fraturar esta adesão, soltando a peça colada ao dente. “Pensando assim, todo alimento muito duro deve ser evitado”, resume o profissional. Nozes, castanhas, amêndoas, amendoins, caroços de azeitona e torresmo são alguns alimentos típicos do Natal, e que devem ser evitados por quem está passando por esse tratamento.

E se o braquete soltar durante as festas?

Mesmo que certos cuidados sejam tomados, acidentes podem acontecer nessa época. E se no meio das celebrações um braquete do aparelho soltar? “Quando uma peça do aparelho ortodôntico solta, perdemos eficiência no tratamento, pois, o dente que está com a peça solta não se movimenta”, esclarece Caio. Caso isso aconteça, quando você for na consulta seu ortodontista precisará movimentar esse dente, o que vai atrasar o tratamento.

Além disso, outro problema é que um dispositivo solto do aparelho pode gerar desconforto e lesões na mucosa bucal. “Isso favorece ainda o aparecimento de aftas e úlceras”, alerta ele. Portanto, a consulta deve ser feita o mais rápido possível. No entanto, existe um problema: como é um período de festas para todos os brasileiros, seu ortodontista poderá não estar no consultório durante o final de ano...

Saiba como amenizar o problema caso seu dentista esteja em recesso

Caso seu ortodontista não esteja no consultório neste período, uma dica de Caio para amenizar os prejuízos é que se utilize a cera ortodôntica que ele lhe entregou para evitar desconforto com o aparelho. “A cera ortodôntica evita machucados causados pelo atrito da peça do aparelho na mucosa, é uma medida paliativa, mas ajuda neste período de festas”, explica.

No entanto, caso seu ortodontista esteja no consultório, não deixe de ligar e marcar uma consulta de urgência para que o aparelho seja recolocado e reativado! “Lembre-se que você é o maior responsável pelo seu tratamento, confie nas dicas de seu ortodontista e siga sempre suas instruções”, recomenda ele.

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Caio Botta Martins - Ortodontista
São Paulo - SP
CRO-SP: 88536