Ao contrário dos outros dentes que nascem na nossa infância, os dentes sisos costumam aparecer apenas no fim da adolescência. Em muitos casos, acaba sendo recomendado pelo dentista que esses dentes sejam extraídos, pois não têm espaço para crescer sem causar impactos no seu sorriso. A cirurgia de extração é um procedimento simples, que não costuma demorar muito tempo. Alguns fatores, no entanto, podem influenciar na sua complexidade e como consequência também na duração. O cirurgião-dentista Mário Fonseca esclarece essa questão!

Alguns pacientes ficam nervosos para extrair os sisos, mas o dentista pode ajudar

É normal se sentir um pouco nervoso antes de qualquer cirurgia. O mesmo vale para a extração dos sisos. Apesar de ser um procedimento simples, muita gente fica nervosa quando chega esse momento, e torce para não precisar passar por ele. Mas não tem por que se sentir assim! E o profissional pode e deve ajudar nesse momento. “É função do dentista passar confiança e tranquilidade, e ele pode, em alguns casos, prescrever medicação para deixar o paciente mais tranquilo, e, em outros, até fazer com sedação”, afirma.

É possível extrair dois ou mais sisos em uma mesma cirurgia?

“Na grande maioria das vezes é possível remover todos os sisos em sessão única, sem que o
paciente sofra a mais por isso”, diz ele. Na verdade, nesses casos acaba sendo até mesmo mais confortável para essa pessoa, já que precisará passar apenas uma vez pelo procedimento cirúrgico, repouso pós-operatório, restrição de dieta e uso de medicamentos. Apenas em casos mais complexos não é possível realizar a extração de todos de uma vez, e a cirurgia acaba precisando ser dividida.

Quanto tempo leva a cirurgia de extração?

O tempo de extração do siso é muito variável. O profissional deverá fazer uma avaliação de cada caso específico. “Alguns sisos podem levar poucos minutos para a sua remoção e em outros mais complicados pode haver necessidade de sua remoção em pedaços, o que pode levar muito mais tempo”, explica o cirurgião. A posição dos dentes sisos pode influenciar nessa questão, e também a colaboração do paciente ao seguir as orientações do profissional. Além disso, a quantidade de dentes que estão sendo removidos também vai interferir nesse tempo.

Saiba quais são os principais cuidados necessários no pós-operatório

Após o processo de extração, alguns cuidados e preocupações são essenciais para um bom pós-operatório, sem sofrimento desnecessário. São indicados cuidados na dieta, evitando comer alimentos muito duros, uma correta higienização da área seguindo as explicações do dentista, além de tomar todas as medicações indicadas e evitar fumo e álcool. “Podem também ser feitas compressas de água para amenizar o inchaço”, recomenda Mário.