O tratamento de canal é um procedimento que requer cuidados e necessita de uma atenção especial durante o pré e pós-operatório. Embora muito se fale a respeito, ele não é esse bicho de sete cabeças! Na verdade, esse procedimento é delicado e lida diretamente com alguns dos nervos do dente, por isso, exige certa paciência e dedicação. Pensando nisso, o Sorrisologia conversou com a endodontista Sofia Cabaleiro e ela contou um pouco mais sobre esse tratamento. Veja a seguir!

Entenda mais sobre os motivos pelo qual alguns dentes precisam passar pelo tratamento de canal?

Primeiramente, é necessário entender que o dente é composto por três camadas: a mais externa é chamada de esmalte, a intermediária é chamada de dentina e a terceira e mais profunda camada é a polpa, local onde está localizada a parte nervosa do dente. “A polpa pode ser afetada de algumas formas, como com as cáries profundas, os traumas locais, fraturas, trincas e, até mesmo, restaurações extensas. Esses motivos podem vir a desencadear um tratamento de canal”, explica Sofia.

Quais os cuidados necessários após esse tipo de tratamento e qual o tempo certo de repouso? 

Sofia explica que quando um dente é submetido à um tratamento de canal, ele perde parte de sua estrutura, ficando “oco”. “Essa condição exige que o paciente tenha certos cuidados, a fim de que não ocorra uma sobrecarga no elemento dentário, evitando assim uma possível fratura.

Sobre o repouso, Sofia conta que não é exigido: “O paciente pode exercer as atividades normais do seu dia a dia, exceto com relação à mastigação de alimentos duros, por exemplo”, cita a endodontista, que esclarece: “O consumo de alimentos duros e consistentes é evitado após o tratamento de canal pois, enquanto o dente não estiver devidamente reabilitado com material restaurador definitivo, ele ficará mais fragilizado”. Além disso, a endodontista cita: “Dentre os alimentos que se deve evitar encontram-se a pipoca, o amendoim, torresmo, as carnes mal passadas, balas e chicletes”.

Confira algumas dicas para melhorar o processo de recuperação

Segundo Sofia, o tratamento de canal é um procedimento tranquilo que, hoje em dia, é realizado com mais rapidez e eficiência. E, embora muitas dúvidas possam surgir quanto a este tratamento, a endodontista explica que os cuidados são básicos. “Após o procedimento, os cuidados são muito simples de seguir e não exigem muito esforço do paciente. Além disso, é importante ressaltar que esses cuidados são temporários, pois o paciente deve estar ciente que deverá reabilitar o dente com materiais resistentes (resinas ou coroas) para substituir o curativo que é posto após o canal finalizado”, esclarece Sofia.

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Sofia Cabaleiro - Clínica geral com aperfeiçoamento nas áreas de cirurgia, endodontia e odontopediatria
Belo Horizonte, MG
CRO-MG: 34919