Pular para o conteúdo principal
Logo Facebook Powered By Logo OralB
27.08.2018

Quanto antes melhor: profissional explica sobre a importância do diagnóstico precoce para doenças bucais

  Um diagnóstico precoce de uma doença bucal pode fazer toda diferença no seu tratamento e para a sua recuperação
Um diagnóstico precoce de uma doença bucal pode fazer toda diferença no seu tratamento e para a sua recuperação

Expert

Andréia Cotrim Ferreira

Andréia Cotrim Ferreira

CRO-SP: 39000

Mestre em Ortodontia pela Faculdade de Odontologia da Universidade Cidade de São Paulo. Coordenadora dos Cursos Clínico e Laboratorial em Ortodontia Lingual do Instituto Vellini. Co-autora do livro Ortodontia: Diagnóstico e Planejamento Clínico; Autora do livro Ortodontia Clinica – Tratamento com Aparelhos Fixos.

Fazer visitas regulares ao dentista é um fator essencial para manter uma boa saúde bucal. Nelas, além de realizar a profilaxia bucal, uma limpeza feita pelo profissional, ele poderá também diagnosticar possíveis doenças que envolvam seu sorriso. Mas por que isso é tão importante? A justificativa é que quanto antes o tratamento for iniciado, menores serão os prejuízos, e mais simples será essa recuperação. A ortodontista Andréia Cotrim esclarece o assunto!

Manter visitas regulares ao dentista é fundamental

Assim como em qualquer outra área da nossa saúde, é essencial se prevenir contra possíveis doenças bucais. Por isso, é importante que sejam feitas consultas periódicas ao consultório odontológico. “Desta maneira, fica mais fácil a percepção de qualquer alteração seja no crescimento das bases ósseas, nos dentes ou em qualquer tecido da cavidade bucal”, explica a profissional.

De que maneira o diagnóstico precoce é importante para tratar doenças bucais?

O diagnóstico precoce pode ser um diferencial na hora de tratar algum problema bucal. “Qualquer tipo de lesão, seja ela no dente, como a cárie, ou em qualquer tecido bucal, é de suma importância que o diagnóstico seja feito o mais cedo possível”. Isso é importante para que haja o menor prejuízo à saúde bucal ou até mesmo à saúde geral como um todo do indivíduo.

“Quanto mais tarde for o diagnóstico realizado, mais complexo se torna o tratamento e o sucesso do mesmo”, alerta Andréia. Por outro lado, se o paciente visita regularmente o consultório odontológico, esse terá seu diagnóstico no início de qualquer alteração ou doença presente na cavidade bucal. Dessa forma, o tratamento poderá ser iniciado rapidamente, evitando maiores problemas.

No diagnóstico precoce, os tratamentos acabam sendo mais rápidos?

“Sem dúvida!”, garante ela. Os benefícios de iniciar o tratamento o quanto antes são muitos. “Uma vez que o tratamento será realizado logo no início da alteração detectada, esse será realizado de maneira mais simples, rápido, com um menor custo financeiro ao paciente”, afirma. Além disso, poderá se obter maior sucesso e ocorrerá menores danos à saúde dessa pessoa.

Pacientes de todas as idades precisam ter esse cuidado?

As consultas de rotina são uma preocupação que deve estar presente em todas as etapas da nossa vida, e deve começar o mais cedo possível. “É muito importante a ida ao consultório odontológico antes mesmo do aparecimento dos primeiros dentes para uma correta orientação quanto à higiene das mucosas após cada mamada”, afirma ela. Depois que os primeiros dentes erupcionam, é fundamental também uma ida ao dentista para explicar o uso correto da escova, creme e fio dental para essa determinada faixa etária. “Desta maneira, haverá um laço entre o paciente e profissional onde o resultado será a maior promoção de saúde bucal”, completa.

Mais Matérias: Saúde Bucal
Flúor na higiene bucal: conheça os benefícios, como usar, presença em alimentos e mais
Saúde Bucal
Flúor na higiene bucal: conheça os benefícios, como usar, presença em alimentos e mais
A saúde bucal depende de uma série de cuidados com a cavidade bucal. O uso e consumo de flúor, por exemplo, é o principal deles. Embora seja um elemento de pouco destaque na tabela periódica, ele é um grande aliado para a saúde do seu sorriso e fazemos uso dele todos os dias, mesmo sem se dar conta....
Enxerto ósseo dentário: um guia completo sobre o procedimento odontológico
Saúde Bucal
Enxerto ósseo dentário: um guia completo sobre o procedimento odontológico
Você já ouviu falar em enxerto ósseo dentário ? Responsável por ampliar a altura e a espessura do osso, o procedimento é indispensável para quem deseja realizar um implante no dente. Mas, assim como qualquer outra técnica odontológica, o enxerto ósseo dentário também...
Ausência de cálcio nos dentes: como identificar?
Saúde Bucal
Ausência de cálcio nos dentes: como identificar?
Você sabia que o cálcio é um nutriente essencial para manter a saúde dos seus dentes? Sim, isso mesmo! Além de garantir o funcionamento de outras partes do organismo, ele participa ativamente na formação, no crescimento e até mesmo na manutenção dos dentes e dos ossos. Apesar do...
Dente furado pode provocar mau hálito?
Saúde Bucal
Dente furado pode provocar mau hálito?
O surgimento de um dente furado é sempre sinônimo de prejuízos para a saúde bucal. Isso porque, além de indicar a presença de cárie, o quadro também pode resultar em outros problemas bucais, como sensibilidade nos dentes e gengiva inchada. Mas, o que poucos pacientes sabem é que, o dente...
Antibiótico pode causar manchas nos dentes: mito ou verdade?
Saúde Bucal
Antibiótico pode causar manchas nos dentes: mito ou verdade?
O surgimento de manchas nos dentes pode ser causado por uma série de fatores diferentes. O desgaste do esmalte dentário e o consumo excessivo de flúor, por exemplo, são os principais entre eles. O que poucos pacientes sabem é que, o uso indevido ou exagerado de antibióticos também pode resultar nas...
Infiltração no dente pode causar dor de cabeça? Especialista explica!
Saúde Bucal
Infiltração no dente pode causar dor de cabeça? Especialista explica!
Dentre as diversas doenças bucais, a infiltração no dente é uma das que trazem mais...
com a participação de:
Julliane Gonzalez
CRO-RJ: 49513