Quem nunca ficou perdido em meio a tantas opções na hora de escolher uma escova de dente? O que poderia ser uma compra rápida acaba se tornando minutos de análise encarando cada modelo. Será que em meio a tantas cores, tamanhos e tipos, existe aquela que seria a escova ideal no ponto de vista dos dentistas? Tire suas dúvidas com a ajuda do profissional de saúde bucal Cláudio de Sá.

O que precisa ser considerado? 

Ela deve ser eficiente na remoção de sujeiras nos espaços entre os dentes, ser adequada para o tamanho da cavidade oral e, claro, não machucar a gengiva. Uma combinação capaz de cumprir todos esses requisitos resultaria, na teoria, na escova completa. No mercado, no entanto, existe um tipo capaz de satisfazer essas exigências.

A escova de dente ideal

De acordo com Cláudio, a escova de dente mais adequada tem características bem específicas. “Uma escova deve ter "cabeça" média e suas cerdas não devem ser duras, nem macias demais”, explica. Dessa forma, a limpeza é feita sem agredir o interior da boca, proporcionando uma higiene eficaz e livre de problemas.

Também depende de você

De todo jeito, é importante lembrar que o utensílio não fará milagres e, por isso, precisa ser usado da forma certa. “Você pode ter uma escova de último lançamento, mas se você não estiver bem ou mesmo se não souber usar, a higiene não será eficiente”, lembra o especialista. Por isso, fique sabendo que uma boa parte do resultado também depende de você e da forma como realiza a sua escovação.

Converse sobre o assunto com o seu dentista

Eles estudam sobre o assunto e se preparam por anos para cuidarem da nossa saúde bucal, logo, sempre serão os mais indicados para tirarem qualquer dúvida. Sendo assim, para aprender como realizar uma escovação corretamente e qual escova é a mais indicada para o seu caso, procure conversar com um especialista. Com a ajuda do dentista não tem erro: seu sorriso estará em boas mãos.