A prótese removível com grampo “invisível” é a melhor opção para os pacientes que querem repor o dente perdido de forma discreta e estética. A técnica é feita da mesma forma que a do grampo metálico, mas na hora que o paciente dá aquele sorriso grande, a prótese removível não dá nenhum sinal de sua presença. Também chamado de grampo estético, ela pode ter a coloração dos dentes ou da gengiva, dependendo de seu formato. Para entender melhor o funcionamento da técnica, convidamos o especialista em implantodontia Vinicius Marchiori para explicar um pouco mais.

Prótese removível sempre tem grampo?

Existem dois tipos de próteses: a fixa e a removível. A fixa é aquela feita na cirurgia de implante, com a instalação do pino. Nesse caso, o dente instalado se fixa por meio do pino, colocado por dentro da gengiva. Já a prótese removível tem uma fixação mais sutil, por ter a possibilidade de ser retirada a qualquer momento. Por isso, muitas delas têm grampos que se apoiam em outros dentes para ter uma estabilização melhor. Mas nem todas as próteses removíveis têm grampos metálicos. Existem dispositivos sem nenhum tipo de grampo ou com eles invisíveis, tendo a coloração compatível aos dentes do paciente ou às gengivas.

Grampo invisível é a opção para quem busca próteses removíveis mais discretas

O grampo invisível é perfeito para quem tem uma preocupação a mais com o resultado final, pensando na estética. Mas é importante pedir ao seu dentista que tenha um cuidado na hora de planejar a prótese removível. “O design deve permitir uma excelente distribuição de cargas e estética. As conexões (grampos) com os pilares de sustentação, sejam implantes ou dentes, devem ser discretos para obtenção de estética natural”, comenta ele. Esses modelos podem ser indicados praticamente em todos os casos em que a prótese fixa não é uma opção. “Para perdas extensas de osso e gengiva onde não é possível regenerar tais tecidos, seja por limitação no local ou de ordem geral”, explica o especialista.

As próteses com grampo invisível se fixam da mesma forma que as convencionais

As formas de fixação podem variar de acordo com o sistema de próteses utilizado. Apesar disso, o grampo invisível não altera tanto a técnica de fixação feita com a prótese removível convencional. Mas vale lembrar ao profissional que irá confeccionar o dispositivo de ter um cuidado maior com a estrutura: próteses removíveis podem acelerar a perda óssea. “O importante é que a prótese seja feita respeitando o equilíbrio do sistema biológico e substituindo o volume perdido”, alerta ele.

O implantodontista ressalta sua preferência para as próteses fixas, até mesmo em relação às com grampo estético. Segundo ele, a fixação é feita de uma forma mais simples. “Quando falamos em prótese sobre implantes não utilizamos grampos mas sim conexões pré-fabricadas. Próteses com grampos costumamos utilizar só em último caso”, explica. Assim, esses dispositivos não danificam a estrutura óssea - o que pode acontecer com o modelo removível.

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Vinicius Marchiori - Especialista em implantodontia, em biologia celular e molecular e mestre em lasers.
São Paulo - SP
CRO-SP: 55.655