Granola, Iogurte e pão são alimentos consumidos quase que diariamente no café da manhã ou no lanche de um fim de tarde de muitas pessoas. Apesar de serem uma delícia, eles podem ter uma  quantidade bem generosa de açúcar. Será que isso pode influenciar diretamente no surgimento de cáries? Se a ingestão for alta e não houver uma higiene bucal correta, sim. Por isso é importante descobrir a porção exata deste carboidrato no que você costuma comer. Quem explica é a nutricionista Sheila Basso.

Granola

Ela é ótima para dar aquele gostinho a mais no iogurte, na salada de frutas e caí muito bem no açaí. A granola é um alimento cheio de fibras que leva uma mistura de cereais, grãos integrais e até algumas frutas secas. Nela também pode conter mel e açúcar, mas não em grande quantidade. Segundo Sheila, uma das principais características da granola é possuir baixo teor de gordura. "Em cada 40g apresenta em média 138 calorias e 28g de carboidrato", explica a profissional. O alimento também apresenta vitaminas A, B1, B2, B6.

Barrinha de cereal

Para aquele lanchinho rápido uma barrinha de cereal cai muito bem. Mas é preciso cuidado na hora de escolher a sua. "A maioria das marcas utiliza na sua composição muito xarope de glicose ou de milho e isso é açúcar puro. Algumas têm uma quantidade de fibras muito pequena, por volta de 1g ou menos, o que não vai garantir a saciedade pelas 2 ou 3 horas seguintes". O jeito é ficar de olho nas informações nutricionais. "A quantidade de fibras deve estar acima de 1,5g no mínimo. Se tiver abaixo indica que, na verdade, tem mais açúcar que cereal". Capriche na escovação após o consumo desse alimento, combinado?

Iogurte

Cremoso e podendo vir na versão natural, de frutas ou grego, o iogurte é outro alimento que possui carboidratos em sua composição. Tudo isso por conta dos lactobacilos que utilizam o açúcar do leite, a lactose. Para fugir dos altos números da tabela nutricional, escolha a versão natural. "Ele é o resultado da fermentação do leite, não tem adições além das culturas microbianas e dos ingredientes previstos na embalagem". O produto ainda é um aliado contra o mau hálito. Já o famoso iogurte grego deve ser evitado. "Em comparação com o tradicional, ele possui uma quantidade maior de açúcar e gordura saturada".

Leite

O leite pode ser encontrado em várias versões no supermercado, como o desnatado, integral, pasteurizado, entre outros. No entanto, a lactose, o açúcar do leite, está presente, em média, 4,7% na sua composição. "A lactose apresenta um poder adoçante baixo, é pouco solúvel e apresenta menor tendência de irritação das mucosas do estômago quando comparado a outros açúcares", explica. Para quem deseja evitar o açúcar pode preferir pelo desnatado, que tem quase 0% de gordura. 

Pão francês

Comer aquele pão francês quentinho de manhã é tudo de bom. Mas você sabe o quanto de açúcar ele pode ter? Sheila afirma que é um alimento com energia de fácil absorção por ser rico em carboidrato simples. "A farinha utilizada é refinada, ou seja, pobre em fibras e nutrientes". Sheila diz que o ingrediente que estiver em maior quantidade vem primeiro. No caso do pão francês é a farinha de trigo enriquecida com ferro e ácido fólico, açúcar, glúten e sal. Por isso, não exagere na quantidade ou prefira a sua versão integral que é mais saudável e rica em fibras alimentares.

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Sheila Basso - Nutricionista
CRN3: 21557