Pular para o conteúdo principal
Logo Facebook Powered By Logo OralB
08.12.2016

Preciso fazer uma cirurgia bucal e estou grávida. Quais são os riscos?

 Se a gestação pede cuidados especiais, cada passo deve ser planejado. O Sorrisologia pode te ajudar com as informações que você precisa para se sentir mais segura ao visitar o consultório do dentista
Se a gestação pede cuidados especiais, cada passo deve ser planejado. O Sorrisologia pode te ajudar com as informações que você precisa para se sentir mais segura ao visitar o consultório do dentista

Expert

Rhianna Barreto

Rhianna Barreto

CRO-RJ:37448

Cirurgia bucomaxilofacial, Dor Orofacial e Disfunção Temporomandibular e Odontologia Hospitalar

A partir do momento em que a futura mamãe descobre carregar um neném dentro de sua barriga, ele se torna seu bem mais precioso. Daí em diante, é perfeitamente normal que todas as decisões a serem tomadas levem o bebê em consideração. Quando o assunto é tão delicado como uma cirurgia, por exemplo, é importante esclarecer o que o procedimento significa tanto para a gestante quanto para o seu filho. Pensando nisso, conversamos com a dentista Rhianna Barreto para entender quais são os riscos e como deve funcionar o tratamento odontológico nesses casos.

Mesmo precisando de alguns ajustes, o atendimento ainda é possível

Antes de falar sobre perigos, é importante esclarecer: quase todos os procedimentos odontológicos podem ser realizados em mulheres grávidas. O que muda, segundo a especialista, são alguns cuidados específicos. “Aconselham-se consultas e procedimentos curtos, de preferência no meio da manhã, pois os enjoos são menos frequentes neste horário e há menor risco de hipoglicemia”, explica. Tudo em nome do bem-estar das pacientes.

A cirurgia nem sempre é a opção mais arriscada

O maior risco quanto à cirurgias no período da gestação, segundo Rhianna, é o receio desmedido. Segundo ela, o mais importante é entender quais são as necessidades do caso. “As consequências da dor e da infecção são muito mais prejudiciais à mãe e ao feto do que aquelas decorrentes do tratamento odontológico. Esperar até o nascimento do bebê pode ocasionar um dano maior em função do alastramento da doença”.

A dentista ainda reforça que medidas de prevenção deverão ser sempre priorizadas pelo profissional. Ainda assim, se a intervenção cirúrgica for indispensável, ela deve ser realizada. “Doenças da cavidade bucal podem ter influências negativas sobre a gestação, principalmente quando a nutrição fica comprometida e há contribuição para a infecção, como é o caso de complicações nos sisos e raízes residuais, que necessitam de extração”.

Entenda qual é o período mais seguro para o tratamento

Você provavelmente já ouviu falar que algumas etapas da gravidez são mais delicadas, e é verdade. De acordo com Rhianna, a primeira fase é a mais crítica para o atendimento odontológico. “Nos três primeiros meses o índice de aborto espontâneo é de aproximadamente 20%, justamente pela vulnerabilidade do bebê”, explica. Já o segundo trimestre, por outro lado, pode ser considerado a melhor época pois, neste período, o feto já está desenvolvido. Nos três meses finais, no entanto, as consultas podem gerar desconfortos, como a falta de ar, por exemplo.

Mesmo assim, se o caso for urgente, ele devem ser solucionado em qualquer época da gravidez e o profissional capacitado saberá como proceder. “Sendo necessário, deve-se falar com o médico da gestante para obter informações complementares sobre seu o estado geral de saúde”, ressalta. Dessa forma, a segurança de todos os envolvidos será prezada e as chances de qualquer complicação serão reduzidas. 

Mais Matérias: Bem Estar
Quais práticas esportivas precisam de protetor bucal?
Bem Estar
Quais práticas esportivas precisam de protetor bucal?
Se você tem o costume de praticar esportes, já deve ter ouvido falar sobre o protetor bucal . Como o próprio nome já indica, o equipamento é o grande responsável por preservar os seus dentes, protegendo-os de possíveis impactos durante algumas práticas esportivas. Ainda assim, é comum que...
Harmonização facial: como saber se preciso desse procedimento?
Bem Estar
Harmonização facial: como saber se preciso desse procedimento?
A harmonização facial tem se tornado um procedimento estético de muita procura, sendo o...
com a participação de:
Rhianna Barreto
CRO-RJ:37448
A higiene bucal pode afetar outras partes do corpo? Entenda!
Bem Estar
A higiene bucal pode afetar outras partes do corpo? Entenda!
Não é novidade que cuidar da higiene bucal é o primeiro passo para garantir a saúde e...
com a participação de:
Uila Ramos da Silva
CRO-PE 10.380
Endocardite: o que é, como tratar, quais as causas?
Bem Estar
Endocardite: o que é, como tratar, quais as causas?
A endocardite é uma doença inflamatória que pode atingir as estruturas internas do coração. Embora seja pouco conhecido entre os pacientes, o quadro é originado pela má higiene bucal e pode afetar significativamente a qualidade de vida do paciente, trazendo danos irreversíveis para o sistema...
Cuidados com aparelho dental fixo: 5 dicas para os primeiros dias de tratamento
Bem Estar
Cuidados com aparelho dental fixo: 5 dicas para os primeiros dias de tratamento
Não dá para negar: os primeiros dias usando aparelho ortodôntico são os mais difíceis do tratamento. Afinal, esse período tende a funcionar como uma fase de adaptação para todas as estruturas. Justamente por se tratar de uma novidade, é comum que os ferrinhos e os bráquetes do...
Como saber se sua enxaqueca tem ligação com problemas dentais?
Bem Estar
Como saber se sua enxaqueca tem ligação com problemas dentais?
Você tem lidado com crises constantes de enxaqueca ? É importante ligar o sinal de alerta, isso pode...
com a participação de:
Igor Puga
CRO-RJ 28418