Ranger os dentes, sentir dor de cabeça e um forte incômodo nos musculos da face. Quando estes problemas acontecem frequentemente no seu dia a dia, pode-se pensar em um caso de bruxismo. O primeiro passo é consultar seu dentista e uma das soluções para essa síndrome pode ser o uso da placa de tratamento. "É uma placa resistente, geralmente confeccionada com resina acrílica, que fica entreposta entre as arcadas dentárias, apoiada em uma delas", descreve a dentista Kamila Godoy.

Como funciona o uso da placa?

Este acessório tem a responsabilidade de proteger seu sorriso dos movimentos feitos pelos seus próprios dentes. "A placa de bruxismo desoclui os dentes, permitindo que exista um relaxamento muscular progressivo e proteção dentária nos momentos em que a parafunção se estabelece", esclarece. Para não haver desgaste dentário ou um problema maior é importante usar o apetrecho de acordo com as indicações do profissional.

Quando ela é indicada?

Ela é recomendada para tratar casos de bruxismo, em seus efeitos da parafunção, que afetam a saúde articular, periodontal e dentária. "Lembrando que esses efeitos podem ser sutis e não conhecidos pelo paciente. Portanto, a visita regular ao dentista é importante". Entendeu o recado da especialista, né? Se estranhar alguma atitude diferente no seu universo bucal, trate de procurar quem mais entende do assunto: o odontologista.

Quais os cuidados que o paciente precisa ter?

Assim como todo acessório bucal móvel, é necessário ter algumas cautelas. Kamila dá as principais dicas. "Higienizar diariamente com água e sabão, não guardar fechado em lugar úmido para não haver crescimento de fungos". O bruxismo tem sua causas bem controversas e pode estar relacionado a motivos oclusais (de mordida errada), alterações articulares e musculares, alterações de padrão mastigatório, fatores psicológicos entre outros. Fique atento à saúde do seu sorriso.