A placa bacteriana é o início da maioria dos problemas bucais. Ela é caracterizada por uma massinha branca ou amarelada acumulada na superfície dos dentes e, quando não é removida corretamente, pode causar cárie, tártaro, gengivite e periodontite. Mas além dos dentes naturais, esse conjunto de bactérias também pode se alojar na prótese dentária? O Sorrisologia entrevistou a dentista Rita Ventura que esclareceu o assunto e indicou os principais cuidados para manter o sorriso protético bem limpo.

A placa bacteriana também pode se acumular na prótese dentária?

Sim. Na verdade, a placa bacteriana pode se acomodar em qualquer lugar dentro da boca além dos dentes, como gengiva, língua e outros tecidos bucais. No caso da prótese, como ela ocupa o lugar e função dos elementos dentais, significa que também pode sofrer com o acúmulo dessas bactérias. Por isso, todo cuidado é importante!

O que essa placa acumulada pode causar à sua prótese dentária?

De acordo com a dentista Rita, a placa bacteriana acumulada pode refletir em muitos problemas bucais para o paciente que faz uso desse apetrecho, como: "Causar cáries em próteses suportadas por dentes, além de fungos e bactérias na cavidade oral", atentou. Sendo assim, nada de relaxar na higiene bucal e outros cuidados essenciais para manter seu sorriso bonito e saudável.

Como podemos prevenir o acúmulo de placa na prótese?

A melhor maneira de prevenir o acúmulo da placa bacteriana e os demais problemas causadas por esses microrganismos é praticando uma boa higiene bucal acompanhada da limpeza da prótese. A especialista descreve como esse ritual precisa ser feito: "As próteses devem ser escovadas sempre após as refeições e emergidas também em soluções de bicarbonato e/ou água sanitária diluída em água", indicou.

Para tornar esse momento ainda mais prazeroso, você pode investir em uma escova de dentes elétrica para remover toda a sujeira da região de forma mais rápida e eficaz. Esse produto de higiene é muito recomendado para idosos e pessoas com dificuldade motora.

Esse artigo teve a participação profissional de:
Rita Ventura

Cirurgiã dentista, ortodontista, especialista em Harmonização Facial e estética dental.
CRO: 42601