Pular para o conteúdo principal
Logo Facebook Powered By Logo OralB
27.12.2017

Placa bacteriana e tártaro: qual é a diferença?

Expert

Sérgio Siqueira Júnior

Sérgio Siqueira Júnior

CRO-SP: 50346

Graduado pela UNICAMP Especialista em Periodontia-UNESP Especialista em Mestre e Implantodontia-UNISA e CFO. Professor Coordenador do curso de Especialização em Implantodontia do Centro Universitário SENAC Professor do curso de Pós Graduação em Odontologia Estética do Centro Universitário SENAC Professor do Curso Avançado em Manipulação de Tecidos Moles do Instituto Latino Americano de Ensino e Pesquisa/ILAPEO- Curitiba Professor do Curso Avançado em Manipulação de Tecidos Moles do COESP- João Pessoa ITI Speaker Sócio da clínica Sensata de Odontologia.

O acúmulo de placa bacteriana e tártaro nos dentes é um problema bastante comum. Muitas pessoas podem confundir e pensar que se trata do mesmo problema, porém não é verdade. Mas afinal, qual a diferença entre cada um desses casos? Uma coisa é certa que ambos têm em comum: podem ser evitados com uma boa higiene bucal, com escovação após as refeições e uso do fio dental diariamente. Quer saber mais sobre eles? Veja o que o dentista Sérgio Siqueira falou sobre o assunto!

O que é a placa bacteriana e como se forma?

A placa bacteriana é uma camada que se forma sobre qualquer superfície dura dentro da cavidade bucal, como os dentes. “Ela inicia sua formação alguns minutos após a higienização e continua se organizando e se modificando até a higienização seguinte”, explica Sérgio. Ela é composta por células descamadas, células de defesas e das bactérias que existem na cavidade oral, tanto as boas e quanto as ruins. Quanto mais o tempo passa sem desorganizar a placa, por meio da higiene bucal, mais bactérias agressivas aos tecidos se multiplicam e se organizam. “Isso pode resultar em cárie, inflamação, e até mesmo perda dos tecidos que sustentam o dente”, alerta ele.

A placa origina grande parte dos problemas de saúde bucal

Todas as pessoas têm placa bacteriana. Seu dentista, seu companheiro, quem sempre vai ao dentista e quem nunca foi, quem tem dentes, e até mesmo que usa dentadura… A diferença entre cada pessoa está apenas na composição dela. “Quase todos os problemas bucais têm origem direta ou indireta na placa bacteriana”, afirma Sérgio. Por isso, é importante investir no combate a ela. Quanto mais “velha” for a placa, maior é o risco de problemas! Por isso, capriche sempre na higiene bucal para ficar longe deles.

Ao contrário do que algumas pessoas podem pensar, a placa pode se formar não só sobre dentes naturais, mas sobre qualquer superfície sólida dentro da boca. “Em aparelhos ortodônticos móveis ou fixos, facetas de porcelana ou de resina e também sobre as agora populares lentes de contato”, lista ele.

O tártaro ocorre com a mineralização da placa

Por sua vez, o tártaro é uma condição decorrente do acúmulo da placa. Ele também é conhecido como cálculo dental. “É o resultado da mineralização, que ocorre com a ação da saliva, da placa bacteriana, que fica aderida às superfícies duras que estão dentro da cavidade oral”, esclarece ele. Em resumo, a placa bacteriana, quando não eliminada corretamente com higiene bucal, endurece e se torna o tártaro, que aí é mais complicado e só seu dentista pode eliminá-lo. Esse acúmulo pode resultar em inflamação gengival, que por sua vez pode evoluir e levar a problemas graves, como até mesmo perda dentária.

Uma boa higiene bucal é a forma de se prevenir contra esses quadros!

A melhor maneira de prevenir ambos os problemas, portanto, é removendo constantemente a placa bacteriana. Ela só pode ser removida mecanicamente, com o uso de uma escova de dentes adequada, com tamanho e forma adequados à sua boca e o uso do fio dental. A melhor escova é aquela que tem poder de remover a placa sem machucar a sua gengiva. Ela deve ser indicada pelo seu dentista! “O tempo mínimo de escovação de quem tem todos os dentes é dois minutos, distribua-os entre todas as faces e todos os dentes com equipamentos adequados”, orienta ele. Além disso, é importante lembrar que não existe higienização bucal completa e adequada sem uso de fio dental. “Se você não o usa, saiba que você só remove metade da placa de sua boca”, finaliza.

Mais Matérias: Placa Bacteriana
Placa bacteriana na prótese dentária: quais os danos que esse acúmulo pode causar à sua saúde bucal?
Placa Bacteriana
Placa bacteriana na prótese dentária: quais os danos que esse acúmulo pode causar à sua...
A placa bacteriana é o início da maioria dos problemas bucais . Ela é caracterizada por uma...
com a participação de:
Rita Ventura
CRO-RJ: 42601
Tártaro na contenção ortodôntica fixa: como remover? Maneiras de evitar o acúmulo de placa bacteriana atrás dos dentes
Placa Bacteriana
Tártaro na contenção ortodôntica fixa: como remover? Maneiras de evitar o acúmulo de...
Após o tratamento ortodôntico, alguns pacientes ainda precisam usar a contenção fixa por...
com a participação de:
Ana Araújo
CRO-RJ: 19.220
Placa bacteriana: o que é, como se forma, as consequências para a saúde bucal e como removê-las
Placa Bacteriana
Placa bacteriana: o que é, como se forma, as consequências para a saúde bucal e como removê-las
São tantos problemas bucais podem acometer a nossa boca que muitas vezes nem nos damos conta de que tudo pode começar com uma simples placa bacteriana. Apesar de parecer inofensiva a princípio, ela é a maior responsável por boa parte dos transtornos que afetam a saúde bucal. Para entender mais sobre o assunto,...
Como remover a placa bacteriana?
Placa Bacteriana
Como remover a placa bacteriana?
O acúmulo de placa bacteriana (ou biofilme dental) nos dentes é um problema bastante comum porque...
com a participação de:
Sílvia Murta
CRO: 7730
Quando e como a placa bacteriana se transforma em tártaro? Veja explicações de um dentista
Placa Bacteriana
Quando e como a placa bacteriana se transforma em tártaro? Veja explicações de um...
Ao escovar os dentes, você já reparou um aspecto meio amarelado, ou, às vezes, até...
com a participação de:
Robson Caumo
CRO-RJ: 30043
Você sabia que 4 em cada 5 pacientes sofrem de gengivite?
Placa Bacteriana
Você sabia que 4 em cada 5 pacientes sofrem de gengivite?
Isso mesmo! 80% dos pacientes têm gengivite, e somente no Brasil esse número se traduz para dois...
com a participação de:
Fabiano Lopes Souza
CRO SP - 93.828