O piercing é aquele acessório atemporal que quase todo mundo já usou ou teve vontade de colocar um dia. Apesar de ter sido uma febre mesmo nos anos 90 e 2000, de tempos em tempos surgem novos estilos e locais diferentes para usar, mas tem três tipos que nunca saem de moda: na orelha, no nariz e na boca. Porém, quando colocado nos lábios ou na língua, é bom ter uma atenção especial. O Sorrisologia conversou com a dentista Camila Sodré para entender os principais cuidados para que os piercings não prejudiquem a sua saúde bucal.

Estilo e saúde devem caminhar juntos

Usar o corpo como maneira de expressão é um hábito já comum na história da humanidade. Não é a toa que o uso de tatuagens, adereços e piercings fazem parte da cultura desde os primórdios. Atualmente, também é comum continuarmos vendo novos e antigos adeptos a essas jóias. “Apesar de tudo isso, os piercings podem causar danos à saúde bucal se alguns cuidados não forem tomados”, ressalta a profissional. Por isso, se você está pensando em fazer um novo furo na cavidade bucal ou áreas próximas, é interessante que procure seu dentista para conversar sobre o assunto.

Entenda os possíveis prejuízos de um piercing para a saúde bucal

Assim como qualquer outra ação no seu corpo, colocar um piercing demanda cuidados. Entretanto, para quem acredita que nada vai acontecer ou simplesmente abre mão disso, é importante lembrar das consequências ressaltadas pela dentista: traumas da mucosa, na língua e dentários; acúmulo de placa bacteriana; halitose; infecção; inflamação; fraturas; entre outros. “Se acontecer algum dos problemas listados, surgir dor local ou sangramento é necessário procurar um dentista ou médico e não mexer no acessório”, alerta Camila.

Conheça os cuidados necessários para o uso do piercing nesse locais

Para que tudo dê certo e você continue usando o acessório sem problemas, a dentista selecionou alguns cuidados importantes:

- marque uma consulta de seis em seis meses, pelo menos, para o dentista fazer a limpeza periódica e avaliar a cavidade oral;
- antes de tocar no piercing, higienize as mãos com sabonete antisséptico;
- escove os dentes e enxague a cavidade oral após as refeições com o antisséptico, que deve ser recomendado pelo dentista;
- não morder o piercing, pois o hábito pode resultar em traumas dentários e na mucosa.