Produto Relacionado:

É sabido que o bruxismo é o apertamento/ranger de dentes de forma involuntária. Essa doença, que pode estar ligada diretamente ao estresse acumulado no dia a dia, prejudica de diversas formas a saúde bucal dos pacientes. Para aquelas pessoas que a possuem e precisam utilizar próteses dentárias, fica sempre o questionamento se esse problema irá prejudicar seu tratamento. Para acabar com todas as dúvidas que você possa ter sobre o assunto, conversamos com a dentista Luciana Queiroz, que fala mais sobre o uso de próteses associado ao bruxismo.

Pessoas com bruxismo podem usar prótese?

Sim. As próteses fixas são as mais indicadas para a reabilitação de dentes com desgaste devido ao bruxismo. A dentista completa: “Além disso, o uso desta prótese pode auxiliar de grande forma no tratamento, pois ela devolve a dimensão vertical de repouso da boca, que é a altura perdida devido aos desgastes dos dentes”, comenta Luciana.

O bruxismo danifica a prótese

O principal motivo de danificação é o mau planejamento de próteses sobre esses dentes já desgastados. O profissional que cuidar do quadro de um paciente que possui bruxismo e necessita de próteses, precisa ter em mente que essa doença aumenta os riscos de danos, e de sobrecarga nos dentes. Além disso, há grandes probabilidades desse paciente possuir fraturas.

Luciana adverte: “Para que o tratamento seja feito de maneira correta, é necessário um preparo prévio do profissional para os dentes danificados. Após a reabilitação, o paciente precisa usar placas oclusais, que são próprias para o tratamento de bruxismo, para que tais danos sejam evitados”.

Alternativa para pessoas com bruxismo que precisem de uma prótese dentária

Atualmente, umas das alternativas mais utilizadas no tratamento do bruxismo é a desprogramação dos músculos que são responsáveis pelo excesso de força. Por meio da toxina botulínica do tipo A são aplicadas doses rigorosamente calculadas em músculos específicos da mastigação. A dentista explica como funciona esse tratamento: “Com a aplicação dessas doses, elas impedem que a sobrecarga oclusal, decorrente do bruxismo, interfira na reabilitação protética", comenta.

Uma outra opção de tratamento possível, é que esse paciente utilizasse próteses dentárias com contato metálico, pois o metal reduz de forma significativa o desgaste no contato entre essas próteses e dentes naturais. “Isso faz com que a mordida seja menos traumática até para as estruturas das articulações temporomandibulares. Já quando o bruxismo não é a causa do tratamento, e os pacientes possuem dentes com pequenos desgastes, facetas e lentes de contatos em porcelanas também são indicadas", completa Luciana. Vale ressaltar que o uso de placas pelo paciente é indispensável mesmo após o término do tratamento, independente da técnica e material utilizados.