Sonhar que os dentes estão caindo é mais comum do que você pensa, mas o que fazer quando isso acontece de verdade? A maioria das pessoas talvez nem tenha ideia de como agir em uma circunstância dessas. Quais as causas para que isso aconteça? Será que dá para fazer um reimplante com o dente perdido? E que cuidados o paciente deve ter para evitar esse incidente? O cirurgião bucomaxilofacial Diego Limoeiro explicou tudo isso para o Sorrisologia.

Qual a importância do dente permanente na anatomia bucal?

As janelas de todo sorriso sempre são preenchidas por eles: os dentes. Importantes para a questão estética, eles também possuem diversas funções na cavidade oral e podem ser classificados em incisivos, caninos, pré-molares e molares. Dentro dessa classificação, eles, possuem diferentes funções para a mastigação. Mas engana-se quem pensa que acaba por aí. “Além da própria mastigação, os dentes fazem importante trabalho para facilitar a digestão de alimentos e, consequentemente, a absorção de nutrientes no trato gastrointenstinal”, explica Diego.

O que fazer se acontecer um acidente e o dente cair? É possível reutilizar o mesmo dente?

Ninguém gostaria de passar por uma situação como essa, mas às vezes acidentes acontecem e é bom saber o que fazer nessas horas. Por isso, o dentista orienta: “Pode-se coletar o elemento dentário, guardá-lo em um pouco de saliva ou leite, e imediatamente procurar um cirurgião dentista de emergência para que seja verificada a possibilidade de reimplante dentário. Caso isso não seja possível, deve-se analisar o planejamento mais adequado.”

Quais são as possíveis causas para que um dente permanente caia? Como isso pode afetar a saúde bucal?

Mesmo sendo o país com o maior número de cirurgiões dentistas no mundo, o Brasil ainda possui um grande número de pessoas que não possuem dentes. Uma das principais causas para o problema é a falta de cuidado com a própria saúde bucal. “Os casos mais frequentes de perda de dentes estão relacionados à falta de higiene adequada, o que pode provocar cáries e outras lesões, chamadas periodontais, que ocorrem na região de suporte do dente”, indica Diego.

No entanto, é preciso ficar atento como essa perda pode influenciar em toda a estrutura da arcada dentária do indivíduo, já que o novo espaço aberto pode afetar o posicionamento dos outros dentes. “Os dentes adjacentes e do arco oposto tendem a se mover, podendo iniciar um processo fisiológico que altera a estrutura óssea que suporta o dente. Por isso, assim que possível, deve-se planejar uma reabilitação.”

Mantenha seu sorriso saudável

Não é novidade para ninguém, mas é sempre bom reforçar que manter uma boa higiene é a melhor maneira de prevenir problemas bucais. Além disso, Diego indica que realizar visitas periódicas ao seu dentista também é uma ótima forma de cuidar do seu sorriso, já que facilita a detecção precoce de possíveis transtornos. Prevenção é a chave para a sua saúde.

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Diego Limoeiro - Cirurgião bucomaxilofacial / Implantodontista Pós-graduado em Cirurgia da ATM Especialista em DTM e Dor orofacial
Rio de Janeiro - RJ
CRO-RJ: 31146