Pular para o conteúdo principal
Logo Facebook Powered By Logo OralB
01.03.2021

Passo a passo da colocação do enxerto ósseo dentário: veja as etapas necessárias para o procedimento cirúrgico

  Antes de iniciar o enxerto ósseo dentário, o dentista aplica   a anestesia para a realização da cirurgia. Em casos pequenos, a anestesia local é o suficiente. No entanto, em pacientes com danos maiores, é necessário a aplicação da anestesia geral, com uma equipe e ambiente adequado para o procedimento.
Acompanhe o passo a passo 1/4
1 Antes de iniciar o enxerto ósseo dentário, o dentista aplica a anestesia para a realização da cirurgia. Em casos pequenos, a anestesia local é o suficiente. No entanto, em pacientes com danos maiores, é necessário a aplicação da anestesia geral, com uma equipe e ambiente adequado para o procedimento.
  Em seguida, é realizada uma pequena abertura na gengiva para expor a área receptora. Nessa etapa, os ajustes são feitos no local para que seja possível colocar o enxerto ósseo escolhido.
Acompanhe o passo a passo 2/4
2 Em seguida, é realizada uma pequena abertura na gengiva para expor a área receptora. Nessa etapa, os ajustes são feitos no local para que seja possível colocar o enxerto ósseo escolhido.
  Depois de inserir o enxerto ósseo, o procedimento é finalizado e o paciente pode iniciar   o pós-operatório em casa. Nessa etapa, é necessário que o paciente mantenha repouso por cinco dias e inclua alimentos macios e frios em sua dieta.
Acompanhe o passo a passo 3/4
3 Depois de inserir o enxerto ósseo, o procedimento é finalizado e o paciente pode iniciar o pós-operatório em casa. Nessa etapa, é necessário que o paciente mantenha repouso por cinco dias e inclua alimentos macios e frios em sua dieta.
 Após seis meses da realização do enxerto ósseo, o paciente deve fazer o implante dentário. Nesse caso, vale ressaltar que o procedimento só pode ser feito depois de uma revisão do cirurgião-dentista.
Acompanhe o passo a passo 4/4
4 Após seis meses da realização do enxerto ósseo, o paciente deve fazer o implante dentário. Nesse caso, vale ressaltar que o procedimento só pode ser feito depois de uma revisão do cirurgião-dentista.
  •   Antes de iniciar o enxerto ósseo dentário, o dentista aplica   a anestesia para a realização da cirurgia. Em casos pequenos, a anestesia local é o suficiente. No entanto, em pacientes com danos maiores, é necessário a aplicação da anestesia geral, com uma equipe e ambiente adequado para o procedimento.
  •   Em seguida, é realizada uma pequena abertura na gengiva para expor a área receptora. Nessa etapa, os ajustes são feitos no local para que seja possível colocar o enxerto ósseo escolhido.
  •   Depois de inserir o enxerto ósseo, o procedimento é finalizado e o paciente pode iniciar   o pós-operatório em casa. Nessa etapa, é necessário que o paciente mantenha repouso por cinco dias e inclua alimentos macios e frios em sua dieta.
  •  Após seis meses da realização do enxerto ósseo, o paciente deve fazer o implante dentário. Nesse caso, vale ressaltar que o procedimento só pode ser feito depois de uma revisão do cirurgião-dentista.

Expert

Rita Ventura

Rita Ventura

CRO-RJ: 42601

Cirurgiã dentista, ortodontista, especialista em Harmonização Facial e estética dental.

Você sabe o que é um enxerto ósseo dentário? Responsável por reconstruir uma área que perdeu altura ou espessura suficiente para um implante, a cirurgia consiste em remover um fragmento de osso de um local adequado para implantá-lo na região que precisa de reparo. Embora o procedimento seja bastante conhecido, muitos dentistas ainda lidam com pacientes que têm receio e dúvidas sobre como funciona o enxerto ósseo dentário. Por isso, antes de fazer, que tal conferir o passo a passo que o Sorrisologia preparou para você junto com a dentista Rita Ventura?

Entenda o que é o enxerto ósseo dentário

De acordo com a dentista, o enxerto ósseo nada mais é do que um procedimento cirúrgico realizado para reabilitar uma parte danificada do osso. “A cirurgia é realizada para retirar um fragmento de osso de um local específico, como a mandíbula do paciente, e implantá-lo no local que se quer fazer o reparo”, explica. Por esse motivo, o enxerto ósseo pode ser realizado em pacientes em que precisam reconstruir áreas candidatas ao implante dentário onde o osso, por alguma razão, ficou deficiente.

Para quais casos o enxerto ósseo dentário é indicado?

Na odontologia, o enxerto ósseo pode ser utilizado em várias ocasiões. De maneira geral, Rita afirma: “esse procedimento é indicado para pacientes que precisam colocar um implante dentário, mas não possuem todas as condições necessárias nos ossos da boca para receber o implante”. No entanto, vale ressaltar que o enxerto ósseo dentário deve ser feito com um cirurgião-dentista especializado nas áreas de implantodontia e periodontia para garantir um bom resultado.

Quanto tempo dura a recuperação da cirurgia?

Geralmente, o  tempo de recuperação após a realização de um enxerto ósseo dentário é de cinco dias - sendo nos primeiros três dias necessário repouso total. “Os pontos são removidos entre duas e três semanas. É uma recuperação rápida, variando de acordo com a extensão da cirurgia e também do paciente, que precisa seguir corretamente todas as orientações do dentista”, explica a profissional. Nesse caso, é importante lembrar que atividades físicas, desde as mais simples até as que exigem mais esforço, só podem ser feitas após a remoção dos pontos da cirurgia.

Pós-operatório: confira os cuidados necessários após o enxerto ósseo dentário

O mais importante neste período é o repouso físico total por três dias e parcial durante cinco dias. Isso porque essa medida é a forma mais eficaz de prevenir possíveis complicações nos pontos cirúrgicos e, consequentemente, uma recuperação mais rápida e segura. Além disso, a dentista alerta para a necessidade de uma dieta específica após a realização do enxerto ósseo dentário. “Uma alimentação rica em nutrientes, com alimentos macios, frios, preferencialmente com muito gelo e o sorvete, está liberada”, finaliza.

Esse artigo teve a participação profissional de:
Rita Ventura - Cirurgiã dentista, ortodontista, especialista em harmonização facial e estética dental.
CRO: 42601

Mais Matérias: Saúde Bucal
Flúor na higiene bucal: conheça os benefícios, como usar, presença em alimentos e mais
Saúde Bucal
Flúor na higiene bucal: conheça os benefícios, como usar, presença em alimentos e mais
A saúde bucal depende de uma série de cuidados com a cavidade bucal. O uso e consumo de flúor, por exemplo, é o principal deles. Embora seja um elemento de pouco destaque na tabela periódica, ele é um grande aliado para a saúde do seu sorriso e fazemos uso dele todos os dias, mesmo sem se dar conta....
Enxerto ósseo dentário: um guia completo sobre o procedimento odontológico
Saúde Bucal
Enxerto ósseo dentário: um guia completo sobre o procedimento odontológico
Você já ouviu falar em enxerto ósseo dentário ? Responsável por ampliar a altura e a espessura do osso, o procedimento é indispensável para quem deseja realizar um implante no dente. Mas, assim como qualquer outra técnica odontológica, o enxerto ósseo dentário também...
Ausência de cálcio nos dentes: como identificar?
Saúde Bucal
Ausência de cálcio nos dentes: como identificar?
Você sabia que o cálcio é um nutriente essencial para manter a saúde dos seus dentes? Sim, isso mesmo! Além de garantir o funcionamento de outras partes do organismo, ele participa ativamente na formação, no crescimento e até mesmo na manutenção dos dentes e dos ossos. Apesar do...
Dente furado pode provocar mau hálito?
Saúde Bucal
Dente furado pode provocar mau hálito?
O surgimento de um dente furado é sempre sinônimo de prejuízos para a saúde bucal. Isso porque, além de indicar a presença de cárie, o quadro também pode resultar em outros problemas bucais, como sensibilidade nos dentes e gengiva inchada. Mas, o que poucos pacientes sabem é que, o dente...
Antibiótico pode causar manchas nos dentes: mito ou verdade?
Saúde Bucal
Antibiótico pode causar manchas nos dentes: mito ou verdade?
O surgimento de manchas nos dentes pode ser causado por uma série de fatores diferentes. O desgaste do esmalte dentário e o consumo excessivo de flúor, por exemplo, são os principais entre eles. O que poucos pacientes sabem é que, o uso indevido ou exagerado de antibióticos também pode resultar nas...
Infiltração no dente pode causar dor de cabeça? Especialista explica!
Saúde Bucal
Infiltração no dente pode causar dor de cabeça? Especialista explica!
Dentre as diversas doenças bucais, a infiltração no dente é uma das que trazem mais...
com a participação de:
Julliane Gonzalez
CRO-RJ: 49513