Sintomas como dores de cabeça são muitas vezes ligados a um quadro de bruxismo. Entretanto, esse sinal pode ser uma consequência de problemas no palato. Geralmente, esses pacientes apresentam também dificuldades na mastigação e respiração, por conta do estreitamento dessa área da cavidade bucal. Para isso, a odontologia desenvolveu soluções para restabelecer o bem-estar do paciente, como o uso do expansor palatino. Você conhece a função desse dispositivo? O dentista Robson Caumo tirou todas as dúvidas sobre ele.

Conheça o expansor palatino

O palato é a denominação para a divisão óssea e muscular que fica entre as cavidades nasal e oral. Ou seja, é aquela parte que conhecemos como céu da boca. O aparelho chamado expansor palatino é responsável por fazer correções nessa área da cavidade bucal. “Como o próprio nome diz, ele expande a maxila, aumentando assim o chamado ‘perímetro’ do arco dentário, que é a área total da arcada, seja superior ou inferior”, explica o profissional. Pacientes que possuem disfunções no céu da boca são indicados a logo iniciarem os tratamentos, pois o quadro provoca problemas em diversas funções, como na mastigação.

Como o expansor palatino ajuda na saúde bucal?

Segundo o especialista, o expansor palatino é um aparelho acessório com a função principal de ampliar o arco dentário superior. O dispositivo consegue corrigir eventuais mordidas cruzadas posteriores. “Utilizamos quando queremos descruzar a mordida posterior e para ganhar espaço no arco dentário”, destaca Robson. Dessa maneira, o aparelho também é capaz de consertar e reposicionar os dentes entrecavados e tortos. O expansor palatino é principalmente usado como uma solução para os pacientes mais jovens. Já os casos dos adultos, muitas vezes, acabam necessitando de uma intervenção cirúrgica.

Saiba quais são os cuidados principais com o dispositivo

O aparelho expansor palatino é ativado pelo ortodontista. Isto é, durante as consultas de manutenção do dispositivo, o profissional pode ajustá-lo corretamente para continuar a agir na cavidade bucal. “É importante mantê-lo muito bem higienizado e evitar mastigar alimentos muito sólidos e duros, evitando assim os riscos de alterar a sua morfologia”, destaca o dentista. E ainda, outro cuidado essencial, assim como para outros aparelhos, é manter a idas às consultas regularmente. Assim como esclarece o ortodontista, o expansor palatino depende da ativação periódica constante para desempenhar sua função completamente.

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Robson Caumo - Ortodontista e Especialista em DTM
Niterói - RJ
CRO-RJ: 30043