Além de essencial para realizar determinadas funções do corpo, o sorriso correto é capaz de melhorar a vida social do paciente. Isto porque ele é uma peça-chave para a aparência. Ainda criança, o sorriso é caracterizado pelos dentes ainda pequenininhos, os chamados dentes de leite. Após alguns anos eles vão dando lugar aos permanentes, dentes maiores e que completam 32 no total da cavidade oral. Mas e quando ainda na fase adulta o paciente sente que seus dentes continuam com aparência pequena? O que pode ser e como a Ortodontia pode ajudar nestes casos? A dentista Beatriz Bussab explicou ao Sorrisologia.

Como você avalia seu sorriso?

O sorriso alinhado e correto é um elemento essencial para a saúde bucal do paciente. Além de cumprir suas funções, como a mastigação, ele contribuiu para a autoestima, ajudando no convívio social. Por isso a preocupação com ele tem sido cada vez maior. Há pessoas, no entanto, que começam a ter uma sensação de que os dentes estão menores, podendo acontecer com qualquer faixa etária. “Alguns pacientes com mordida profunda se queixam de dentes pequenos, pois os dentes superiores encobrem os dentes inferiores, fazendo com que eles apareçam menores”, explica a profissional.

Como a ortodontia pode ajudar os dentes pequenos?

Se você está com a sensação de que seus dentes são pequenos, a primeira atitude é procurar o dentista. Dessa maneira, o especialista poderá analisar o seu sorriso por inteiro e entender o que está acontecendo. “Cada dente possui um tamanho médio, é possível avaliar o dente do paciente medindo a largura e altura da coroa clínica do dente”, ressalta Beatriz. Assim, é possível comparar e ver se, realmente, os dentes estão menores. Queixas como essa são comumente relacionadas a quadros de mordida profunda.

Conheça os tratamentos para esses casos

A mordida profunda é caracterizada pela oclusão errada das arcadas dentárias, onde os dentes incisivos superiores acabam cobrindo, para mais de um terço, dos inferiores. O resultado é a sensação de que eles realmente são menores. “Neste caso de mordida profunda, o ortodontista arruma a oclusão do paciente, aumentando a dimensão vertical através de aparelho ortodôntico, levando a uma exposição maior da coroa dos dentes”, esclarece a dentista.

Solucionando e reposicionando a oclusão, logo o paciente enxergará seus dentes do tamanho correto ao sorrir. Por isso, não deixe de manter suas consultas sempre regulares. Dessa maneira, problemas como este podem ser diagnosticados logo no início, evitando problemas mais sérios futuros.

Quer saber mais como funciona o tratamento ortodôntico? Confira assistindo ao vídeo do Manual do Mundo:

 


Este artigo tem a contribuição do especialista:
Beatriz Bussab - Cirurgiã-dentista
Osasco - SP
CRO-SP 125369