A gengivite é uma inflamação na região da gengiva, causada pelo acúmulo de placa bacteriana formada pelas microrganismos que se alimentam dos restos de comida acumulados na boca. Esse problema pode acontecer em qualquer fase da vida, desde os dentes de leite até a melhor idade. Se não for diagnosticada e tratada a tempo, tem o risco de evoluir para quadros mais graves, em alguns casos podendo se tornar até mesmo irreversível. Ninguém quer passar por isso né? Veja os principais sintomas desse quadro e saiba como se prevenir!

Inchaço na região

Um sintoma comum quando se está com esse quadro é apresentar a gengiva inchada. Esse estado pode ser notado principalmente após a escovação, quando acontece um aumento do contorno gengival, e é um sinal de problema! O inchaço, no entanto, pode ter outros motivos, como por exemplo a presença de alimento preso na gengiva. Nesse caso, a defesa do organismo age tornando essa área mais inchada. Mesmo assim, a explicação mais comum para esse sintoma continua sendo a gengivite, por isso não deixe de consultar seu dentista.

Área avermelhada

Quando a gengiva está saudável, sua aparência também se apresenta assim. Esse tecido, em seu estado normal, deve ser rosa claro. Esse tom pode variar um pouco de acordo com a cor da pessoa, mas gengivas vermelhas demais certamente indicam problemas.

Gengiva dolorida

Além das alterações na aparência da gengiva, que pode se tornar inchada e avermelhada, com a gengivite você também passa a sentir dor nessa região. Muitas vezes se torna uma tarefa difícil morder alimentos mais duros, como algumas frutas por exemplo, sem sentir o incômodo. Isso não é normal! Se você está sentindo dor nessa área, é provável que ela esteja infeccionada.

Retração gengival

A gengivite pode causar também a retração ou a diminuição da gengiva. Nesses casos, a raiz dos dentes fica exposta, fazendo com que eles pareçam maiores do que o normal. Além disso, essa situação pode acabar fazendo com que os dentes se tornem mais sensíveis

Sangramento

Um dos principais sintomas dessa doença e o mais fácil de ser percebido é o sangramento. Ele pode ocorrer com o simples toque, ao passar o fio dental, ao escovar os dentes ou morder alimentos mais duros. No momento da escovação é quando esse sinal costuma ser notado. Se na hora do enxague a espuma ganha um cor avermelhada, fique atento! Isso pode significar que você está com gengivite.

Mau hálito

Quando há o acúmulo de placa bacteriana na boca, ocorrem reações químicas envolvendo as bactérias presentes nessa região que levam à produção de substâncias alcoólicas, como o ácido lático, resultando em um mau odor. O problema é que quem tem mau hálito, muitas vezes não se dá conta disso. Por isso, é importante manter as gengivas saudáveis e também ficar atento aos outros sinais da doença.

Mas tem como se prevenir da gengivite?

Para manter sua gengiva saudável e longe de problemas, existem algumas ações importantes a serem seguidas. Uma higiene bucal adequada é a melhor forma de se prevenir contra problemas gengivais. Escovar os dentes após as refeições, limpando bem todas as partes, é essencial para evitar o acúmulo de placa bacteriana. Mas não é necessário aplicar força demais durante a escovação, isso pode prejudicar ainda mais a saúde dessa área!

A escova Pro-Gengiva é indicada para auxiliar na saúde dessa região, já que possui tecnologia com cerdas ultra macias e micro divididas, capazes de limpar bem a área. Além disso, ela tem uma cabeça oval que consegue remover a placa mesmo em regiões de difícil alcance. Não esqueça de usar também o fio dental, e procurar o seu dentista aos primeiros sintomas!