O tempo passou e você tem reparado que seu sorriso não é mais tão branco quanto antes. Por que isso aconteceu? Você sempre escovou os dentes após as principais refeições e nunca deixou de passar o fio dental e, mesmo assim, o seu cartão de visitas perdeu aquele brilho e já não te deixa tão feliz ao sorrir. Será que essa mudança de cor é algo inevitável com o passar dos anos? A especialista em Dentística Kalina Diniz tem a resposta.

Por que os dentes amarelam?

Os dentes são constituídos por esmalte, dentina, polpa e cemento. Quando a primeira camada sofre um desgaste, já significa um fator de risco que pode atingir outras partes internas do elemento. “Qualquer alteração nessas estruturas podem refletir em mudança de cor”, afirma a especialista. Por isso, é importante cuidar muito bem delas e, principalmente, do esmalte dentário. Por ser a parte mais mineralizada do dente, ele tem a função não só de entrar em contato mais direto com os alimentos ou bebidas que ingerimos, mas também de proteger a dentina e a polpa, que são regiões vitais do elemento.

É um processo inevitável?

De acordo com Kalina, sim. O processo de amarelamento acontece devido ao resultado do desgaste do esmalte, expondo a cor amarelada da dentina. Mas existem formas de amenizar esse processo. "Não podemos evitar a passagem do tempo, mas podemos tomar alguns cuidados que nos auxiliam na prevenção dos dentes protegendo-os dessa ação". E como podemos fazer isso? Evitando o consumo excessivo de alimentos e bebidas com corantes, o uso de tabaco e praticar uma higiene bucal melhor.

Assim, fica fácil ter dentes brancos e brilhantes por mais tempo. A profissional afirma que o branco é a tonalidade ideal para um dente. “Além da cor ser considerada saudável, ela tende a deixar os sorrisos mais bonitos, sociáveis e jovens, garantindo muitos elogios e tornando as pessoas mais felizes”, garante.

Fatores que podem trazer essa cor

A cor dos dentes é uma das características mais importantes no equilíbrio estético do sorriso. Porém, existem várias causas capazes de interferir nessa estabilidade. "As manchas intrínsecas, por exemplo, que normalmente aparecem devido ao uso de antibióticos, ou as manchas extrínsecas, que vem de alimentos e bebidas com corantes como chás, vinhos, cafés, além do fumo", cita. Todos esses componentes refletem na alteração do esmalte dentário. Por isso, se você notar algum amarelamento no seu sorriso, não negligêncie. Procure um dentista e descubra um tratamento eficaz para o problema.