A ortodontia é uma especialidade da odontologia muito procurada por pessoas que querem mudar seus sorrisos - de uma maneira estética e funcional. Além de corrigir a posição dos dentes tortos, o profissional ortodontista também é responsável por melhorar a mordida cruzada, fechar um diastema - aquele espacinho entre os dentes frontais - e até mesmo colaborar na melhora da fala dos seus pacientes. Com tantos benefícios voltados para este ramo odontológico, o Sorrisologia fez um compilado da ortodontia, explicando o que é, as principais modalidades e o que, de fato, faz um especialista da área. Veja só!

1. O que é ortodontia?

A ortodontia é a especialidade da odontologia que trata a posição dos dentes e dos ossos maxilares. Então, se você tem reparado que sua arcada dentária está entortando, seu sorriso está desalinhado ou se tem um dente nascendo por cima de outro, talvez seja hora de procurar um profissional do ramo. A ortodontia também trabalha com várias modalidades e tipos de aparelhos, que podem ser móveis ou fixos. Tudo vai depender das necessidades de cada paciente.

2. O que faz um ortodontista?

O ortodontista é o profissional que vai ajudar na missão de proporcionar um mais bonito e funcional para você. O tratamento ortodôntico vai ajudar não só na posição dos seus dentes, mas também vai devolver a função correta da mastigação, deglutição e da fala, além de diminuir qualquer disfunção na articulação temporomandibular - caso exista.

3. Casos em que a ortodontia é indicada:

- Falta de espaço para a correta acomodação dos dentes permanentes;
- Mordida profunda, aberta ou cruzada;
- Respiração bucal;
- Dentes tortos ou fora de posição;
- Diastemas;
- Perda precoce ou retenção prolongada dos dentes de leite;
- Hábito de sucção de dedo ou chupeta;
- Dificuldade na mastigação;
- Articulações que emitem ruídos;
- Falta de proporção entre os maxilares.

4. Tipos de ortodontia

Ortodontia preventiva

Esse tipo de ortodontia evita que o paciente precise usar aparelho fixo no futuro ou passe por procedimentos intensos, como extração de um dente.

Ortodontia interceptativa

Esse tipo de ortodontia é mais usada quando o profissional descobre o início de um problema ortodôntico. Com ela, podemos evitar um tratamento mais complexo no futuro.

Ortodontia corretiva

Já a ortodontia corretiva é a opção indicada quando há a necessidade de corrigir problemas de oclusão e posicionamento, seja ela permanente ou mista. Esse tipo de tratamento normalmente é o mais comum, já que muitos pacientes acabam deixando para tratar de seus dentes quando o problema já está instalado na cavidade oral.

5. Ortodontia infantil

Com quantos anos devo levar meu filho ao ortodontista? Essa é uma dúvida muito comum entre os pais. Mas, o indicado, é que a primeira visita seja realizada entre a faixa dos cinco a sete anos de idade. É nessa fase que a criança entra no processo de troca dos dentes de leite pelos permanentes e que pode acontecer os primeiros problemas de dentição.

6. Como funciona o tratamento ortodôntico? Conheça as etapas

1ª etapa: alinhamento e nivelamento) são realizadas correções de giros e posições anormais dos dentes;

2ª etapa: correções transversais) essa etapa é a primeira correção realizada, com o aparelho específico que, ao ser instalado, vai descruzar os dentes e começar a corrigir o problema identificado;

3ª etapa: correções sagitais) é a avaliação da relação existente entre as arcadas, superior e inferior.

4ª etapa: correções verticais) quando o paciente possui diferença de encaixe da mordida na região anterior.

5ª etapa: finalização) quando o ortodontista dá início ao posicionamento das raízes e refinamento do quadro, caracterizada como trabalhosa e demorada, aproximando-se da posição final.

6ª etapa: contenção) é a retirada do aparelho fixo para colocar a contenção para manter a estabilidade dos dentes.

7. Manutenção do aparelho ortodôntico

Ir ou faltar a uma consulta de manutenção do seu aparelho? Muitas pessoas ficam nesse dilema, mas é importante entender que não comparecer a uma consulta pode afetar e muito o resultado do seu tratamento. Entre os problemas, podemos citar:

- O atraso do tratamento, uma vez que a força deixará de ser aplicada
- Se não houver a substituição dos elásticos todo mês, os acessórios começam a degradar, ficando inchados e acumulando placa bacteriana.

8. Ortodontia e saúde bucal: como fazer a higiene do aparelho ortodôntico?

1º passo) Antes da escovação, use um fio dental super floss ou passa fio nos dentes para remover os restinhos de comida ou de placa bacteriana entre eles;

2º passo) Em seguida, escove os dentes escova ortodôntica, ela vai facilitar muito a limpeza do seu aparelho;

3º passo) Com a escova interdental, limpe os espaços entre os dentes e ao redor dos braquetes, abaixo do fio ortodôntico, para remover aquelas sujeirinhas que restaram;

4º passo) Finalize fazendo um bochecho com enxaguante bucal. Assim você vai garantir um hálito mais agradável, além de proteção com flúor para os dentes.