Além das várias restrições que o uso do antibiótico apresenta, algumas pessoas também acreditam que ele está ligado à formação das cáries. Mas será que isso é verdade? Qual a verdadeira relação entre um e outro? Por que é tão importante cuidar da higiene bucal, até mesmo depois de ingerir certos tipos de medicações? Confira isso e muito mais com a ajuda da especialista em prótese dentária Camila Stofella Sodré.

Antibióticos não causam a cárie

De acordo com a especialista, os antibióticos não são responsáveis pela formação de cárie na cavidade oral. Na verdade, o que pode provocar o surgimento dessa monstrinha é a negligência na hora de higienizar a boca somada a maus hábitos alimentares, como o consumo excessivo de alimentos e bebidas açucaradas e carboidratos. Aliás, vale lembrar que muitos costumam associar somente o consumo de açúcar a esse problema bucal, mas alimentos salgados também podem influenciar nesse quadro, como pães e massas. Isso porque durante o processo de digestão, eles são transformados em açúcar pelo organismo. “A cárie ocorre quando microrganismos que causam a cárie são prevalentes na cavidade oral devido a presença do açúcar. Esses microrganismos, ao metabolizar o açúcar, produzem ácidos que propiciam a desmineralização dentária”, conta Camila.

Entenda a relação entre as cáries e o uso de antibióticos

Apesar de os antibióticos não provocarem a cárie por si só, existe sim uma relação entre as duas situações, conforme a profissional explica: “Os antibióticos não causam cárie, entretanto os antibióticos orais voltados para crianças são formulados com alto teor de açúcar em sua composição de forma a tornar seu gosto mais agradável para crianças”. Logo, segundo a dentista, a presença do açúcar em sua composição somada a acidez do antibiótico e a má higiene oral durante esse período de tratamento pode acabar sendo um fator para o aparecimento das cáries. Portanto, quando a criança está sob o uso deste tipo de medicamento, é imprescindível que a escovação seja feita tanto após as principais refeições como após a ingestão dos antibióticos. Dessa forma, fica muito mais fácil evitar que as cáries façam uma festinha na boca dos pequenos.

Uso inadequado dos antibióticos traz consequências

Além dos cuidados com a higiene bucal após o medicamento, é importante ressaltar que as orientações médicas devem ser muito respeitadas pelos pacientes. Isso porque cada medicamento possui sua dosagem específica, que pode ou não ser alterada devido a condição apresentada pelo paciente. Mas quem irá determinar ou não isso é somente o médico, pois o uso inadequado dos antibióticos pode acabar não surtindo efeito ou até mesmo agravar o quadro em questão. “Sendo assim, se o paciente não seguir corretamente as prescrições medicamentosas do profissional de saúde, ele pode agravar sua condição ou até mesmo não apresentar melhora de seu quadro clínico”, conclui.

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Camila Stofella Sodré - Especialista em prótese dentária
Rio de Janeiro - RJ
CRO-RJ: 40419