Pular para o conteúdo principal
Logo Facebook Powered By Logo OralB
02.04.2019

O que são lesões na polpa do dente e o que pode causá-las? Entenda

Expert

Márcio Augusto Daher Costa

Márcio Augusto Daher Costa

CRO-RJ: 17449

Graduado em Odontologia pela UERJ. Especialista em periodontia pela Estácio de Sá, atuando também com implante dentário

Você conhece a endodontia? Sabe do que trata essa especialidade? Imagine que você tenha uma cárie que não foi resolvida de primeira, e que o seu dente tenha sido tão afetado que acabou atingindo seu interior. A partir disso, terá que ser realizado um canal a fim de recuperar a estrutura do seu dente, e é exatamente aí que entra a endodontia. Se você der uma rápida olhada no dicionário, perceberá que o sufixo ‘endo’ quer dizer dentro, ou seja, essa especialidade da odontologia tratará a estrutura interna do seu dente: as lesões e doenças que afetam a polpa e a periápice. E, sem os devidos cuidados com essa região, seu sorriso não será reflexo de saúde e beleza. Por conta disso, o Sorrisologia conversou com o odontologista Márcio Daher Costa e ele comentou um pouco mais sobre essas lesões. Confira!

Que tipos de lesões podem ocorrer na polpa do dente e o que pode causá-las?

É preciso saber que entre os pacientes que procuram cirurgiões-dentistas com queixa de dor, as mais frequentes são de origem endodôntica. Tenha em mente que as lesões na polpa do dente podem ser inflamatórias, apenas, ou uma lesão infecciosa. “A primeira, pode ser reversível ou irreversível, no entanto, a lesão infecciosa não é reversível. Nesse caso, deve ser feito o tratamento de canal”, explica. Segundo Márcio, a lesão reversível, a pulpite, pode ser causada por um trauma dentário, hipersensibilidade, cárie, problemas periodontais, assim como as lesões irreversíveis, que também podem ser causadas por esses agentes. Entretanto, a lesão infecciosa é aquela causada pela bactéria. Márcio ressalta que o trauma também pode causar uma necrose pulpar, já que ela não necessita causada por bactéria.

Riscos de ficar com a polpa lesionada e quais os tratamentos indicados

Para Márcio, o risco principal de ficar com a polpa lesionada é criar um foco na raiz do dente em que o paciente precise, além do tratamento de canal, também de tratamento cirúrgico para a devida correção da lesão. Os tratamentos de pulpite, por sua vez, podem passar simplesmente pelo uso de um dessensibilizante, como pasta de dente ou algum outro aplicado localmente pelo profissional, podendo ser até o uso de um antinflamatório. “Nos casos mais extremos, o dentista precisa recorrer ao tratamento de canal, que é a remoção da polpa lesionada ou necrosada, sendo feita uma obturação no conduto radicular com cimento específico”, explica.

Como evitar que essas lesões aconteçam novamente?

Segundo Márcio, no caso das cáries, é sempre importante visitar o dentista regularmente para que ele inspecione os dentes e não deixe uma cárie pequena avançar, evitando também o consumo exagerado de açúcar. Além disso, realizar uma boa escovação e passar sempre o fio dental é uma boa estratégia. Entretanto, quando a lesão é ocasionada por trauma, é difícil de prever o tratamento escolhido. “No caso de problemas de gengiva, ou de uma pulpite, também deve-se visitar o dentista para que os problemas não evoluam”, aconselha.

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Márcio Augusto Daher Costa - Especialista em periodontia
Rio de Janeiro, RJ
CRO-RJ: 17449

Mais Matérias: Dentes
Dá para reverter a aplicação de facetas de porcelana ou lentes de contato dental? Dentista esclarece o assunto
Dentes
Dá para reverter a aplicação de facetas de porcelana ou lentes de contato dental?...
Faz um bom tempo que você colocou facetas de porcelana ou lentes de contato dental com o objetivo de ter um...
com a participação de:
Rita Ventura
CRO-RJ: 42601
Como preservar o clareamento dental: cuidados, o que não fazer, dicas de higiene bucal e manutenção do tratamento
Dentes
Como preservar o clareamento dental: cuidados, o que não fazer, dicas de higiene bucal e...
Você fez clareamento dental e finalmente conquistou aquele sorriso branco que tanto queria. Agora, as preocupações acabaram e não é mais necessário ter aqueles cuidados minuciosos com os dentes, certo? Errado! Muita gente pensa que depois do clareamento não precisa mais se preocupar com a saúde...
Lixar os dentes em casa: dentista esclarece os principais riscos do "desafio" das redes sociais que desgasta o esmalte dentário
Dentes
Lixar os dentes em casa: dentista esclarece os principais riscos do "desafio" das redes...
A saúde bucal de muitas pessoas foi colocada em risco na internet nestes últimos dias. Um novo desafio...
com a participação de:
Caroline Malavasi
CRO /RJ 38947
Bebê dormindo com a boca aberta: é normal? Odontopediatra explica como esse hábito pode afetar os dentes da criança
Dentes
Bebê dormindo com a boca aberta: é normal? Odontopediatra explica como esse hábito pode...
Não existe nada tão fofo quanto assistir um bebê dormindo. Ver aquele sorrisinho banguela sem...
com a participação de:
Camila Stofella Sodré
CRO-RJ: 40419
Dia mundial do sorriso: dentista ressalta a importância de cuidar da saúde bucal e prevenir doenças, como a cárie
Dentes
Dia mundial do sorriso: dentista ressalta a importância de cuidar da saúde bucal e...
Seu sorriso merece todo cuidado do mundo. Por isso, é tão importante manter uma rotina de higiene...
com a participação de:
Rita Ventura
CRO-RJ: 42601
Fechamento do diastema: a frenectomia pode tratar o espaço entre os dentes? Saiba mais sobre o procedimento
Dentes
Fechamento do diastema: a frenectomia pode tratar o espaço entre os dentes? Saiba mais...
O diastema não é uma doença bucal , como a cárie, a gengivite ou a periodontite. Na...
com a participação de:
Uila Ramos da Silva
CRO-PE 10.380