O tratamento ortodôntico é aquilo: muitos tentam fugir enquanto podem, mas não dá para fugir para sempre. Ele é extremamente necessário em alguns casos para corrigir problemas de oclusão ou de mastigação cruzada, por exemplo. Além disso, são incontáveis os benefícios que ele pode trazer para o seu sorriso, inclusive na parte estética, hein? Se colocar aparelho é uma realidade que está prestes a se tornar realidade na sua vida e você ainda não sabe muito bem como lidar com a situação, fica de olho nos conselhos que o Sorrisologia separou para você e que podem te ajudar a ter mais segurança nesse momento!

O resultado pode demorar, mas vale a pena!

Paciência é a palavra-chave. A verdade é que este tipo de tratamento costuma ser um pouco mais demorado do que os outros procedimentos, mas isso é por uma boa causa: o seu sorriso. Para deixar seus dentes alinhados da forma correta, não é possível fazer isso do dia para a noite, e se você deseja um resultado satisfatório, vai ter que aprender a aguentar esse tempinho com os bráquetes na boca. Mas não precisa desanimar não, viu? A gente acha que vai durar uma eternidade, e quando menos esperamos já é hora de se despedir dessas pecinhas - e tem gente que até diz que sente falta nos primeiros dias, acredita?!

Não falte às manutenções mensais!

As consultas de manutenção podem parecer difíceis em um primeiro momento, principalmente porque você ainda não vai estar totalmente acostumado com aquele acessório na sua boca, mas logo logo essa estranheza toda passa. É claro que não vai ser exatamente o passeio dos seus sonhos, mas também não é esse bicho de sete cabeças que muita gente diz. E outro ponto muito importante é que essa manutenção precisa ser feita com frequência, pois só assim o especialista poderá fazer um acompanhamento adequado, fazendo todos os ajustes necessários no aparelho para que o tratamento seja finalizado e você possa se livrar dele o quanto antes.

Procure um profissional de confiança!

Para que o tratamento seja um verdadeiro sucesso, é preciso que o especialista escolhido por você tenha a qualificação e competência necessária para isso. Por isso, o ideal é que antes de tomar qualquer decisão, você procure por mais informações sobre o ortodontista em questão. Se foi por uma indicação, procure saber como foi a experiência de outros pacientes e se o resultado foi satisfatório. Além disso, hoje em dia a internet é um espaço onde você pode encontrar quase tudo que deseja saber, então também é possível encontrar avaliações em sites de marcação de consulta. Informe-se! Esta é a melhor forma de garantir que você não vai cair em uma cilada.

Não esqueça da higiene bucal!

Escovar os dentes nesse momento pode não ser uma das tarefas mais fáceis, mas esse hábito não deve ser deixado de lado por nada. O tratamento ortodôntico não deve ser desculpa para inibir a higiene bucal, e é exatamente por isso que existem ferramentas próprias para te ajudar nesse processo. Escovas ortodônticas são as mais indicadas para isso, além do uso do passa-fio que vem para substituir o fio dental tradicional. Além deles, a escova interdental também pode ser uma grande aliada na hora de combater as placas bacterianas. Para entender como funciona essa nova rotina, basta sentar para conversar com o seu dentista que ele certamente passará todas as orientações necessárias para isso.