Tem percebido sua gengiva vermelha, inchada e com sangramento ao escovar os dentes? Consulte seu dentista para avaliar se não é um quadro de gengivite, uma inflamação na gengiva provocada pelo acúmulo de placa bacteriana. A gengivite é só o início de outras e maiores inflamações periodontais que podem surgir. Quando não é tratada corretamente, o problema pode agravar para a periodontite, infecção que pode danificar toda a gengiva e até destruir o osso maxilar, causando perda dentária. O especialista em periodontia Márcio Costa listou as principais formas de prevenção da gengivite.

Escovação dos dentes é importante para a remoção de placas bacterianas

A prevenção da gengivite começa com o hábito de escovar os dentes três vezes ao dia, uma medida simples e muito importante: “A escovação dos dentes é importante para a remoção da placa bacteriana que, além da gengivite, pode causar também a cárie”, explica o dentista. Em alguns casos, a gengivite pode surgir mesmo com a higiene bucal necessária, o que pode significar que a escovação não está sendo feita da forma correta.

Fio dental é eficiente para remover placas entre os dentes

Além da higiene oral, o uso de fio dental também deve ser adicionado à sua rotina. O item ajuda a remover a placa bacteriana e os resíduos de alimentos que ficam entre os dentes e outras áreas que a escovação não alcança. Portanto, o fio dental pode ser usado sempre após as refeições e, principalmente, antes de dormir, quando a produção de saliva é menor e sua proteção também.

Antes de recorrer a esse recurso é necessário aprender o jeito certo de movimentar o fio, que não será igual ao movimento feito para retirar algum resíduo de alimento preso. O correto é utilizar os dois polegares para segurar o fio e descer lentamente até a interferência onde os dentes se encontram. Depois envolva o dente com o fio e movimente-o como se estivesse lustrando a região. Lembre-se sempre de passar para um pedaço limpo do fio ao começar a limpeza em um próximo dente.

Enxaguante bucal após a escovação diminui a formação de placas

Além da escovação e o fio dental, o dentista acrescenta que os enxaguantes bucais com agente antibacteriano também são fundamentais na rotina de higiene bucal. “Os enxaguantes bucais ajudam a diminuir a formação da placa bacteriana e levam flúor para os dentes”, diz. O enxágue pode ser realizado após as escovações e não é necessário fazer bochecho com água após utilizar o produto.

Busque ajuda de um dentista para tratar a gengivite

Para tratar a gengivite é preciso reverter a inflamação da gengiva e eliminar hábitos que podem ter ocasionado o problema. Além disso, Márcio acrescenta que para alguns casos pode ser necessário também utilizar cremes dentais e enxaguantes específicos para as pessoas que estejam com gengivite. Procure sempre seu dentista para um diagnóstico preciso e orientação sobre como tratar a gengivite da melhor forma.

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Márcio Augusto Daher Costa - Especialista em periodontia
Rio de Janeiro, RJ
CRO-RJ: 17449