Dente cariado é sempre um problema que, muitas vezes, deixamos para lá. Por outro lado, quando não  tratamos essa doença o quanto antes, consequências muito mais graves podem aparecer. Nesses casos, o procedimento de canal é necessário justamente para cuidar de um dente com cárie profunda que não foi tratado. Ele envolve a remoção da polpa - área danificada - acabando com toda a infecção do local. Mas o que acontece quando surge outra lesão cariosa bem no dente que passou por este procedimento? A dentista Heloísa Crisóstomo explica e descreve as melhores opções de terapia.

Dente cariado depois do procedimento de canal: o diagnóstico pode ser mais demorado

Quando um dente passa pelo tratamento de canal, ele perde toda sua terminação nervosa (a polpa) e, consequentemente, a capacidade de sentir dor ou qualquer incômodo vindo da cárie. "O paciente vai demorar mais tempo para diagnosticar, pois o dente não terá nenhuma sensibilidade", esclarece. Atrasando o reconhecimento da lesão, a bactéria inimiga pode destruir os dentes e acabar com sua estrutura. Ou seja, quando notar o seu dente restaurado doendo muito, pode significar uma cárie profunda. Daí a importância de consultas regulares ao seu dentista, pois o fato de não sentir alteração não significa que não exista um problema. Mas tem coisas que só seu dentista vai conseguir detectar.

A estrutura do dente fica mais fraca depois do canal

O surgimento de uma lesão cariosa no mesmo dente tratado por canal deixa qualquer um preocupado. O maior receio é a perda dentária. Mas Heloísa garante que o risco só existe em casos de dente com cárie profunda, alcançando as raízes. "Nesses casos, o dente fica com a estrutura fraca e não tem mais a possibilidade de fazer o canal". A solução para este problema é fazer uma restauração, segundo a profissional.

Cuidados após a restauração dentária

Quando a restauração dentária é a saída para salvar um dente cariado é importante priorizar os cuidados após tal procedimento. Até a resina secar, o paciente precisa evitar a ingestão de alimentos e fazer a higiene bucal após meia hora. Os odontologistas recomendam não ingerir comidas crocantes ou mais durinhas, como amendoim, balas e pé de moleque. Assim você evita o rompimento do material e preserva o dente restaurado por mais tempo.

Dente cariado: como evitar esses episódios

Todo paciente que já fez canal precisa ter mais cuidado. Isso inclui desde uma higiene bucal completa e bem feita, com fio dental, escova e enxaguante, até visitas preventivas ao odontologista. Mas uma medida que ajuda a identificar problemas e doenças no sorriso, como um dente cariado, é o autoexame bucal. Ele pode ser feito em casa, em frente a um espelho com boa iluminação, pelo próprio paciente. Os dentistas indicam que seja realizado regularmente, prestando atenção não apenas nos dentes, mas na gengiva, língua e bochecha.

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Heloísa Crisóstomo - Odontologista com aperfeiçoamento em prótese e prótese sobre implante
Brasília - DF
CRO: DF-CD-8149

Originalmente publicada em 19/09/2016
Atualizada em 19/12/2018