Praticar atividades físicas exige muito do corpo. Para isso, nada melhor que nos mantermos sempre hidratados, consumindo muito líquido. Entretanto, os atletas têm por costume o consumo de bebidas isotônicas para matar a sede e repor os micronutrientes do organismo. Mas o que talvez muitos não saibam é o mal que estas bebidas podem estar causando à saúde dos dentes. "Uma pesquisa realizada pela Universidade Federal de Alagoas demonstra que essas bebidas podem causar desmineralização do esmalte dentário", conta a dentista Kamila Godoy.

Isotônicos e saúde bucal dos atletas

Na prática esportiva, não só os atletas, como também os iniciantes, apresentam uma redução do fluxo salivar e costumam sentir muita sede durante o exercício. Kamila explica que isso é normal e que a ingestão de líquido ajuda manter a cavidade oral sempre hidratada. Mas o consumo de certas bebidas pode acabar com equilíbrio da boca. "Os isotônicos costumam, por sua composição ácida, desmineralizar o esmalte. Seu uso contínuo pode enfraquecê-lo, causando um desequilibro de PH e retirando íons minerais dos dentes".

Aguarde um tempo para escovar os dentes

Mesmo que a bebida diminua o pH da saliva em torno de 3,0 (sendo o normal de 7,0), é importante aguardar um pouco até realizar a higiene bucal para não haver um desgaste maior do esmalte. "Se houver uma fricção mecânica, a retirada de minerais será mais intensa, pois haverá remoção mecânica local". Por isso, quando voltar da sua prática esportiva, não tenha pressa de escovar logo os dentes, faça um bochecho com água e aguarde por volta de 30 minutos para realizar a limpeza

Segunda alternativa de hidratação

Para não perder o ritmo, existem sempre outras alternativas para hidratar o corpo. Alguns pesquisadores indicam o consumo de água ou água de coco, considerada um isotônico natural. A primeira possui pH neutro, enquanto a segunda apresenta potencial de 5,0. É mais ácido que o ideal, mas também é fácil de ser neutralizado pela saliva.

Kamila dá outra opção para o campeão que não quer vacilar na higiene bucal. "Os atletas podem fazer uso de dentifrícios específicos que evitam essa reação química de desequilíbrio, ou até mesmo produtos que recuperam a mineralização rapidamente. Outra alternativa é fazer uso de canudo ao consumir bebidas ácidas", conclui.