Pular para o conteúdo principal
Logo Facebook Powered By Logo OralB
08.08.2018

Nada de motorzinho. Conheça as alternativas para o tratamento de cárie

Expert

Joao Paulo Lemos Ranzani

Joao Paulo Lemos Ranzani

CRO-SP 72920

Especialista em Implantes Dentários pela ANEO Ribeirão Preto e Especialista e Prótese dentária pela AORP Ribeirão preto.

O famoso “motorzinho” do dentista é um dos tratamentos bucais que mais assustam as pessoas... Só de pensar no barulho feito por ele, muita gente já fica nervosa. Mas nós temos uma boa notícia! Existem algumas maneiras de evitar a necessidade desse procedimento. Além da prevenção, é claro, já existem alguns outros tratamentos alternativos que podem ser usados, se necessário. O especialista em implantes e prótese dentária, João Paulo Lemos Ranzani, fala sobre o assunto.

Tratamento de canal: por que é tão temido?

Segundo o profissional, o grande motivo do tratamento de canal ser tão temido pelos pacientes é que, na maioria das vezes, quando as pessoas têm os sintomas de algum problema no dente, ficam adiando a ida ao dentista até que a situação já esteja avançada. “Geralmente, o paciente procura o dentista quando a inflamação do nervo do dente atinge seu ápice e a dor chega ao insuportável”, afirma ele.

Quando isso acontece, a dificuldade de se anestesiar totalmente o nervo inflamado se torna bem maior, e o procedimento pode acabar se tornando mais desconfortável. “Se as pessoas procurassem o dentista periodicamente e sempre que sentissem pequenos desconfortos, o procedimento de tratamento de canal seria totalmente indolor e rápido”, resume.

Estou com cárie. Isso significa que preciso do tratamento de canal?

Se você acabou de descobrir que está com cárie, não precisa se desesperar, nem sempre ela evolui para a necessidade de um tratamento de canal. Caso seja descoberta e tratada corretamente no seu estágio inicial, ela pode ser paralisada. “No entanto, caso não tratada, ela vai se dirigindo para as camadas mais profundas do dente e atinge o nervo, causando uma inflamação e assim requerendo o tratamento de canal”, esclarece João Paulo. Ou seja, se forem realizadas visitas de rotina ao dentista, esse quadro pode ser diagnosticado e tratado no seu estágio inicial, evitando maiores problemas.

E para quem quer contornar o motorzinho, quais são as alternativas para tratar a cárie?

Segundo o especialista, “ainda hoje não é possível abandonar totalmente o motorzinho”. Existem casos em que ele pode ser necessário para o tratamento correto. A boa notícia é que já existem no mercado motores elétricos que são silenciosos e não fazem aquele barulho alto que assusta a maioria das pessoas.

Mas já existem também algumas outras alternativas para o uso dessa técnica. Uma delas é um gel à base de papaína, uma enzima extraída da papaia. “Aplicado sobre a cárie, ele neutraliza e com instrumentos manuais o dentista remove a cárie morta”, explica. Ele pode ser usado sobre cáries ativas e agressivas, sem contraindicações. O melhor é que esse gel não tem valor alto, portanto não precisa aumentar o custo do tratamento.

Em alguns casos, o laser também pode ser usado para tratar a cárie. “Ele é indicado para cáries menores, que ainda estão na camada mais superficial do dente, o esmalte.” Outra opção, ainda, é não realizar o tratamento em todas as cáries. Isso pode parecer estranho, mas o profissional explica. “Existem tipos de cáries, como as crônicas, que geralmente são pontinhos pretos que estão paralisados e não aumentam”, diz ele. Nesses casos, se o paciente não se incomodar com a estética, a cárie crônica pode ser acompanhada pelo dentista durante as visitas periódicas, sem precisar de uma intervenção. De todo modo, seu dentista é quem dirá qual tipo de tratamento é possível no seu caso, não deixe de conversar com ele.

Higiene bucal e consultas periódicas são os principais cuidados após o tratamento

Quem escolhe por esses tratamentos deve seguir os mesmos cuidados recomendados após os tratamentos convencionais. Higienização diária dos dentes após as refeições, com uso da escova e principalmente fio dental são essenciais. “Também é necessário o uso de escovas interdentais e bochechos”, indica ele. Além disso, é importante não deixar de consultar frequentemente ao dentista para a profilaxia profissional e exames preventivos!

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Joao Paulo Lemos Ranzani - Especialista em Implantes Dentários e Prótese Dentária
Vargem Grande do Sul - SP
CRO-SP 72920

Mais Matérias: Cárie
Leite materno pode causar cárie nos dentes de leite? Profissional esclarece o assunto
Cárie
Leite materno pode causar cárie nos dentes de leite? Profissional esclarece o assunto
Os dentes de leite são grandes alvos da cárie dentária. Isso porque muitos os bebês e...
com a participação de:
Larissa Neves
CRO-SP: 136327
Buraco no dente pode ser cárie? Entenda os motivos dessa abertura e os riscos para a saúde bucal
Cárie
Buraco no dente pode ser cárie? Entenda os motivos dessa abertura e os riscos para a saúde bucal
Não é novidade para ninguém que a cárie pode trazer uma série de prejuízos à sua saúde bucal. Entre os mais comuns, estão a dor e a sensibilidade, que podem ser percebidas logo no estágio inicial da doença resultando em bastante desconforto. Mas será que a cárie...
Dor de dente, boca seca: 5 problemas bucais comuns durante o inverno
Cárie
Dor de dente, boca seca: 5 problemas bucais comuns durante o inverno
O clima frio e seco são os primeiros anúncios da chegada do inverno. Além de ser a estação mais preguiçosa do ano, a temporada também é famosa por várias queixas dos pacientes odontológicos. Não é à toa que você costuma reclamar de dor de dente que antes...
Carie profunda precisa de tratamento de canal? Descubra como tratar o problema
Cárie
Carie profunda precisa de tratamento de canal? Descubra como tratar o problema
A cárie é, sem dúvidas, um dos problema bucais mais comuns no consultório...
com a participação de:
Vanessa Pires
CRO-RJ: 28875
5 doenças bucais que podem ter relação com a sua saúde mental: cárie, periodontite e várias outras!
Cárie
5 doenças bucais que podem ter relação com a sua saúde mental: cárie, periodontite e várias...
O sistema nervoso está interligado com todo nosso organismo, até mesmo com a nossa saúde bucal. Se você está sofrendo com problemas de ansiedade, depressão ou outras questões emocionais, muito provavelmente também vai ter complicações bucais por consequência disso. Para entender...
Cárie na terceira idade: é comum? Como prevenir? Quais os melhores tratamentos para os idosos?
Cárie
Cárie na terceira idade: é comum? Como prevenir? Quais os melhores tratamentos para os...
Engana-se quem acredita que a cárie só aparece em crianças. Com poucos fatores, os idosos...
com a participação de:
Basilio Pires de Figueiredo Filho
CRO-RJ: 5859