Tem dias que você está numa correria danada e não consegue tempo para relaxar ou fazer aquela atividade física que tanto deseja. Com uma vida muito agitada você deixa de fazer as coisas que gosta, a rotina se torna estressante e isso prejudica a saúde bucal. Muitas vezes por esquecer de praticar a escovação ou ingerir grande quantidade de doces, devido a ansiedade. Essa falta de tempo só leva o paciente a ter problemas como o bruxismo, cárie e doenças gengivais. Que tal desacelerar um pouco e adotar uma rotina mais leve? O Sorrisologia junto com o dentista Max Ferreira dão algumas dicas de como fazer isso.

Sem estresse e com mais razões para sorrir

Você é aquele tipo de pessoa que mal acorda e já pensa "hoje não será o meu dia"? Pode parando com esse mau humor por aí. Encarar a rotina de uma maneira mais leve faz toda diferença para a saúde da sua boca. Max conta que o estresse gera uma série de reações no organismo como resposta a uma situação extrema. "Há uma grande produção hormonal e mediadores químicos, como a adrenalina, que são liberados na corrente sanguínea feito uma resposta a esse estímulo".

Toda essa ação reflete em um enorme desgaste energético do organismo e afeta os sistemas orgânicos, como o imunológico, por exemplo. Este fenômeno aliado à uma higiene bucal ruim deixa seus dentes vulneráveis a processos inflamatórios, como a periodontite, aftas, entre outros.

Bons hábitos aliviam o bruxismo

Ranger os dentes durante o dia não é nada bom para a saúde bucal e bem-estar. Sabia que o bruxismo, muitas vezes, está ligado a hábitos que você tem praticado? O profissional indica formas de amenizar essa disfunção e viver longe do estresse e da ansiedade. "Evitar bebidas à base de cafeína, cigarro e bebidas alcoólicas são bons exemplos de prevenção, assim como a prática regular de exercícios e de técnicas de relaxamento".

Visitar seu dentista também é essencial para o diagnóstico do problema e isso traz muitas vantagens para o seu sorriso como a conservação dos dentes e do periodonto, o equilíbrio muscular da face e a preservação da articulação temporomandibular.

Adote uma alimentação leve e sem cárie

A cárie é a inimiga que mais atrapalha a saúde bucal de qualquer paciente. Só no Brasil são aproximadamente 2 milhões de casos por ano, segundo dados do Hospital Albert Einstein. Se você quer manter essa bactéria bem longe dos seus dentes, é importante ter um cardápio variado e saudável. "Praticar uma alimentação rica em vitaminas, fibras e minerais, além do consumo constante e regular de água". O cirurgião-dentista também atenta que é preciso evitar o excesso de açúcar, alimento com alto potencial cariogênico.

Exercícios físicos ajudam na saúde bucal

Você deve se perguntar: como fazer exercícios vai me ajudar a ter um sorriso mais saudável? As pessoas que realizam atividades físicas regularmente desenvolvem melhor a sua imunidade. Max afirma que colocar o corpo em movimento associada a uma boa dieta alimentar reduz as chances de doenças inflamatórias. Tudo isso sem esquecer de um importante detalhe: a limpeza dos dentes. "A prática de uma boa higiene bucal fecha a tríade de bons hábitos para um sorriso saudável", ressalta.

Saúde da boca e do corpo andam juntas

Max conta que a saúde bucal e geral funcionam como uma via de mão dupla. "Pesquisas recentes ligam o agravamento de doenças sistêmicas à má saúde bucal de alguns pacientes". Doenças cardíacas, pneumonias e, até mesmo, o nascimento de bebês prematuros podem ter relação com problemas bucais. "A corrente sanguínea é responsável por essa ligação entre os diversos sistemas orgânicos e, aliado a uma deficiência imunológica, podem causar grande prejuízo à saúde geral". Quando pensar na bem-estar do seu corpo, lembre-se que o sorriso também sai ganhando todos os benefícios.