Na lista dos ditados mais populares e que fazem todo o sentido podemos destacar o: “Você é aquilo que você come”. Não, isso não é apenas um comentário que você ouve dos mais velhos. A alimentação influencia diretamente na vida do paciente, especialmente nas funções do corpo. E podemos destacar a saúde bucal como uma delas. Os alimentos presentes na sua dieta vão contribuir ou prejudicar a saúde de dentes e gengiva, dependendo da forma que forem consumidos. O Sorrisologia destacou alguns fatos que ouvimos sobre a relação saúde bucal e alimentação e desvendamos para você o que é mito e o que é verdade.

Crianças não devem consumir açúcar

Mito! Desde pequenos ouvimos os responsáveis alertando sobre os perigos de cáries, principalmente por conta do consumo de diversos doces e balas. E isso é a pura verdade. Entretanto, não é preciso cortá-lo radicalmente. A cavidade bucal infantil apresenta uma maior disposição para o desenvolvimento de cáries, por isso, muitos pais ficam receosos com esse consumo. Porém, o mesmo pode acontecer na fase adulta.

Em qualquer idade, quando entra em contato com a cavidade bucal, o açúcar provoca uma queda do pH. Esse processo tem como causa a desmineralização do dente, contribuindo para a instalação de uma cárie. Além disso, os restos açucarados são fontes de energia para essas bactérias entrarem em ação. Por isso, é importante equilibrar o consumo na dieta e não deixar a higiene bucal de lado, seja a sua ou do seu filho.

Sucos cítricos podem prejudicar meus dentes

Parcialmente verdade! A vitamina C é um dos principais componentes dos queridinhos sucos cítricos. Seja laranja, acerola ou limão, os refrescos ajudam a manter a saúde do paciente, especialmente a bucal. Ter o consumo equilibrado de vitamina C no organismo favorece a proteção de sua boca contra sangramentos gengivais, problemas de cicatrização, doença periodontal e mobilidade dentária, por exemplo. Entretanto, assim como outros alimentos e bebidas, o excesso dos sucos cítricos não é recomendado. Isto porque a quantidade elevada consegue alterar o pH bucal e favorecer a erosão dentária. Um sintoma comum desse quadro é o aumento da sensibilidade nos dentes.

As fibras são importantes para a saúde bucal

Verdade! As fibras são comumente relacionadas ao bom funcionamento intestinal. Mas, além de ser uma peça-chave para esse processo, elas ajudam na sua saúde bucal. Os alimentos fibrosos estimulam a produção de saliva por conta da mastigação. Assim, a proteção da cavidade bucal aumenta, prevenindo as cáries, por exemplo. Para completar, esses alimentos são conhecidos como detergentes, pois realizam a limpeza superficial dos dentes. Porém, o acúmulo de restos de fibras entre os dentes pode favorecer o aparecimento de mau hálito. Por isso, não esqueça de fazer a limpeza após as principais refeições para contornar esses problemas.