Você sabe tudo de limpeza dentária? Um dos maiores mitos por aí é que se deve visitar o consultório do dentista apenas quando problemas bucais aparecem. Mas, muitas dessas complicações poderiam ter sido evitadas se os pacientes seguirem as recomendações e visitarem os profissionais de 6 em 6 meses. Lá, muitos procedimentos preventivos podem ser feitos, incluindo a limpeza dentária. “O cirurgião-dentista faz a remoção da placa bacteriana que fica acumulada na superfície dos dentes e que, se não removida com um tempo, pode virar tártaro, cárie ou gengivite”, explica a especialista Isrraela Moura.

Por isso que esse procedimento é tão importante. Com as ferramentas e técnicas adequadas, a limpeza, também chamada de profilaxia dental, é profunda e mais efetiva do que a feita diariamente em casa com a escova e o fio dental. Apesar disso, muitas pessoas ainda não entendem como ela funciona. O que é senso comum e o que é verdade, segundo os dentistas? A cirurgiã-dentista também ajudou o time do Sorrisologia a tirar as principais dúvidas. Aproveite para testar seus conhecimentos ;)

Apenas adultos podem fazer a limpeza dentária

Mito. Adultos, crianças e idosos devem manter visitas regulares nos consultórios dos dentistas. Com os pequenos, por exemplo, o acompanhamento profissional deve se iniciar antes mesmo dos primeiros dentinhos aparecerem. Depois disso, é comum uma grande ingestão de açúcares, propiciando o acúmulo bacteriano na região. “As visitas periódicas são importantes para que se observe o desenvolvimento dos dentes bem como se a higiene em casa está sendo satisfatória a fim de evitar o aparecimento de doenças como a cárie”, comenta.

A limpeza dentária em consultório leva 1 hora

Mito. O tempo de duração desse procedimento só pode ser determinado pelo dentista. Isso porque tudo vai depender de como se encontra a saúde bucal do paciente e as necessidades dele. “Fatores como estado de saúde e bons hábitos de higiene bucal podem influenciar na situação em que os dentes se encontram”, comenta. Ainda segundo a profissional, a consulta, como um todo, pode sim durar 1 hora.

Pacientes que usaram aparelho ortodôntico precisam fazer a limpeza

Verdade. Quando há o tratamento ortodôntico, o paciente deve ter ainda mais cuidados com a higiene bucal, já que toda a movimentação das borrachinhas altera a disposição dentária. Por isso, mesmo seguindo as recomendações indicadas, o tratamento pode representar uma maior propensão de acúmulo da placa bacteriana e do tártaro. “Precisamos não só devolver ao paciente uma arcada alinhada, mas também dentes com superfície limpa e polida, livre das resinas usadas para a colagem dos braquetes”, explica a especialista.

Todos os pacientes sentem dores

Mito. A limpeza dentária feita com aparelho de ultrassom calibrado não apresenta dor ou incômodo para o paciente com uma boa saúde bucal. Esse método não agride o esmalte dentário ou a mucosa gengival. Apesar disso, algumas pessoas não têm a mesma experiência. “Em alguns casos pode ocorrer algum desconforto, mas apenas nas situações em que o paciente apresente sensibilidade dentária ou gengiva sensível por inflamação ou doença periodontal”, explica. Nesses casos, o mais indicado é sim realizar a limpeza, também para eliminar os problemas bucais, e o uso de anestesia nas áreas de maior dor.

A limpeza em consultório deve ser feita 2 vezes ao ano

Verdade. O mais indicado é realizar esse procedimento a cada 6 meses. “Esse intervalo permite o diagnóstico precoce de qualquer alteração e impede o acúmulo excessivo de tártaro em pessoas com uma boa saúde bucal”, alerta a profissional. A limpeza dentária é a melhor prevenção de qualquer problema bucal. Por isso, não esqueça de fazê-la. Isrraela também comenta que essa recomendação não é a mesma para pacientes com doenças periodontais. Nesse caso, a limpeza deve ser feita com uma frequência um pouco maior, sendo um dos tratamentos do quadro.

Este artigo tem a contribuição da especialista:
Isrraela Moura Massena - Cirurgiã-dentista
Rio de Janeiro - RJ
CRO-RJ 40985