Você estava mastigando quando sentiu alguma coisa quebrar dentro da sua boca. De imediato, você pensou que poderia ter sido um dente, mas quando foi checar no espelho, notou que o problema aconteceu na restauração dentária que quebrou. E agora, o que deve ser feito? Por quanto tempo o dente pode ficar desprotegido sem um novo tratamento restaurador? O Sorrisologia entrevistou a dentista Joaquina Santos que esclareceu o assunto.

Conheça os tipos de restauração dentária

Restauração dental direta: é feito diretamente no consultório dentário pelo dentista, podendo ser usada principalmente a resina composta (um material quase igual à coloração dos dentes).

Restauração dental indireta: existe um preparo no dente, moldado e enviado a um laboratório. Lá é confeccionada a prótese dentária e realizado a encomenda, para que a restauração seja posteriormente incluída no elemento dental. O item pode ser de várias materiais, como ouro, prata, porcelana ou resinas especiais.

Quanto tempo dura uma restauração dentária?

Joaquina admite que essa é uma pergunta difícil, pois o tempo pode variar muito de acordo com o material restaurador e com os hábitos do paciente. "Uma restauração de resina composta pode durar 5 ou 15 anos dependendo do paciente, do seu tamanho, localização e da manutenção periódica como polimentos por exemplo", explicou. O que se sabe com certeza é que as restaurações que envolvem faces proximais (aquela interface entre um dente e outro) são as que mais falham ao longo do tempo.

O que fazer quando a obturação quebrar? Entenda os primeiros cuidados

A profissional indica que o ideal é evitar comer alimentos muito duros. "Isso é importante para que não quebre ainda mais o dente. Além disso, também é importante contatar o dentista que o acompanha para receber o devido atendimento". Caso a fratura esteja acompanhada de dor, a dentista diz que também é interessante fazer o uso do analgésico que você está mais acostumado a tomar.

Quanto tempo posso esperar para fazer o procedimento de novo?

O ideal é não esperar muito tempo! Se possível fazer a nova restauração no mesmo dia ou o mais rápido possível. Seu dentista sempre dará prioridade para esses casos acidentais. Por isso, ao marcar a consulta, explique o que aconteceu que ele vai fazer o procedimento o quanto antes.

Este artigo tem a contribuição da especialista:
Joaquina Santos Diniz - Especialista em Odontopediatria e membro do CEBDOF (Centro de Estudos e Pesquisa em Bruxismo e DTM/DOF na Odontopediatria - FOUSP)
Mogi das Cruzes, SP
CRO-SP: 115.367