Pular para o conteúdo principal
Logo Facebook Powered By Logo OralB
03.01.2018

Mancha branca nos dentes pode ser sinal de cárie?

Expert

Daniel Cohen Goldemberg

Daniel Cohen Goldemberg

CRO-RJ: 29267

PhD. Estomatologia e Patologia Bucal

A cárie é uma das doenças mais comuns que existe. Ela pode surgir em qualquer fase da vida, sendo ainda mais comum na infância, quando o consumo de alimentos ricos em açúcar é maior. Entretanto, sua causa é multifatorial e pode levar a diversos consequências, incluindo a perda dentária. Dor de dente é o sintoma mais comum, além de cavidades na estrutura dentária e manchas. O dentista Daniel Cohen comentou mais sobre este último ponto.

Mancha branca nos dentes pode ser sinal de cárie?

O profissional responde que sim, a mancha branca também pode ser um sinal de uma cárie. Isso acontece quando ela está em seu estágio inicial. “Geralmente ela representa um primeiro estágio de desmineralização do esmalte dentário, que perde aquele brilho característico para demonstrar uma área de superfície opaca”, explica ele. Caso seja identificada nesta fase, menores serão as consequências e o tratamento será mais simples. Mas cuidado para não confundir! “A mesma deve ser diferenciada das diversas outras lesões que podem apresentar este aspecto clínico”, alerta Daniel. Ou seja, ninguém melhor que seu dentista para dar o diagnóstico correto e sugerir o tratamento mais adequado, ok?

Não confunda! As manchas brancas também podem ter outras causas

Já sabemos, portanto, que as manchas brancas nos dentes também podem indicar outros problemas. Agora é hora de conhecê-los! Uma das possíveis causas pode envolver a amelogênese imperfeita, uma doença hereditária que afeta a formação do esmalte dentário. Além disso, elas também podem estar ligadas a problemas que acontecem na infância. “São manchas nos incisivos e primeiros molares que podem estar associadas a doenças da infância, assim como ao seu tratamento”, explica ele. Essas doenças seriam aquelas comuns aos primeiros 3 anos de vida da criança, como as doenças do trato respiratório, asma, otite, amigdalite, varicela, e rubéola.

A origem das manchas brancas também podem estar associada a um defeito específico em algum local no momento da formação do esmalte dentário. E outra opção é a fluorose dentária. “É o excesso de flúor durante o momento de formação do esmalte dentário, que neste caso vão afetar os dentes bilaterais, que estavam em formação no momento do acometimento”, esclarece ele.

O tratamento da cárie no estágio inicial pode ser mais simples

Atualmente, já foram desenvolvidas estratégias para realizar o acompanhamento e a paralisação do processo da doença cárie, quando descobertas nesse estágio inicial. “Recomendo uma segunda opinião caso uma cárie muito pequena ou sequer sem cavitação for abordada pelo cirurgião-dentista propondo obturação”, afirma Daniel. Portanto, caso esse sintoma apareça, procure seu dentista o mais rápido possível e não deixe que o problema se desenvolva.

Para driblar as cáries, fique atento aos cuidados com sua saúde bucal

Você não precisa abrir mão daquele docinho depois do almoço para se prevenir das cáries. No entanto, um importante cuidado é manter sua alimentação equilibrada. Além disso,  através da higiene bucal completa após as principais refeições você já elimina muito os riscos. Para isso, é essencial fazer uma escovação correta e usar o fio dental. Vale lembrar que optar por um creme dental com flúor e específico para o combate às cáries irá aumentar sua prevenção. Dessa maneira, a placa bacteriana e os restos de alimentos serão removidos e seus dentes estarão saudáveis. Para completar, não deixe de visitar o dentista periodicamente para checar como anda sua saúde bucal.

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Daniel Cohen Goldemberg - PhD. Estomatologia e Patologia Bucal
Rio de Janeiro - RJ
CRO-RJ: 29267

Mais Matérias: Dentes
Fechamento do diastema: a frenectomia pode tratar o espaço entre os dentes? Saiba mais sobre o procedimento
Dentes
Fechamento do diastema: a frenectomia pode tratar o espaço entre os dentes? Saiba mais...
O diastema não é uma doença bucal , como a cárie, a gengivite ou a periodontite. Na...
com a participação de:
Uila Ramos da Silva
CRO-PE 10.380
Escaneamento intraoral: o que é? Para que serve? Conheça mais sobre essa tecnologia na odontologia
Dentes
Escaneamento intraoral: o que é? Para que serve? Conheça mais sobre essa tecnologia na...
A tecnologia e a odontologia andam lado a lado. As novas técnicas podem ser usadas para tratar uma...
com a participação de:
Rhianna Barreto
CRO-RJ:37448
Cirurgia guiada odontológica: dentista esclarece 5 dúvidas sobre o procedimento tecnológico
Dentes
Cirurgia guiada odontológica: dentista esclarece 5 dúvidas sobre o procedimento...
Você já ouviu falar em cirurgia guiada? Na odontologia, qualquer tipo de procedimento cirúrgico...
com a participação de:
Daniele Machado
CRO-RJ 26.953
Diastema precisa ser corrigido? Entenda em quais casos é necessário o ajuste desse espaço entre os dentes
Dentes
Diastema precisa ser corrigido? Entenda em quais casos é necessário o ajuste desse...
O diastema é uma característica bem marcante e conhecida no sorriso de muita gente, inclusive de...
com a participação de:
Caroline Malavasi
CRO /RJ 38947
Perdi um dente: o que fazer? É possível reimplantar? Como isso pode acontecer e como prevenir o problema?
Dentes
Perdi um dente: o que fazer? É possível reimplantar? Como isso pode acontecer e como prevenir o...
Engana-se quem pensa que perder um dente é algo incomum. Na verdade, existe uma série de fatores que podem contribuir para a perda dentária, como má higiene bucal, doenças periodontais e traumas. Mas, independente do fator causador, uma coisa é certa: conversar com um dentista para avaliar a...
5 anos cuidando do seu sorriso! Reveja alguns dos conselhos mais valiosos sobre saúde bucal que você aprendeu com o Sorrisologia
Dentes
5 anos cuidando do seu sorriso! Reveja alguns dos conselhos mais valiosos sobre saúde bucal que...
Cuidar bem dos seus dentes vai muito além da higiene bucal . É claro que um sorriso saudável precisa de escovação, fio dental e o uso de um bom enxaguante, mas isso não é tudo! Também é importante se atualizar sobre essas técnicas e buscar novas tecnologias e tratamentos no meio...