O limpador de língua é usado para remover microrganismos presentes na área que podem desenvolver certos problemas bucais. Vale lembrar que uma língua saudável deve ser rosa e lisa. Quando esse não for o caso, o profissional deve ser consultado, verificando a possibilidade do uso do limpador. “Eles são confortáveis, não machucam, nem agridem a língua, não causam ânsia de vômito e ainda recolhe toda a saburra lingual para que o paciente não engula as bactérias”, explica a dentística Kalina Diniz. Para explicar como a ferramenta deve ser utilizada, veja as explicações da profissional.

O que é saburra lingual?

A saburra lingual é uma camada formada por vários microrganismos. “É uma camada esbranquiçada ou amarelada que se fixa no dorso da língua, sendo composta por restos de alimentos, células descamadas da mucosa bucal e bactérias”, define. Todos esses agentes aderem à língua, algumas vezes sendo os responsáveis por causar uma complicação bucal. Por isso, o paciente deve removê-la, colocando essa atividade em prática junto da rotina de higienização. O mais recomendado é remover a saburra com o limpador de língua, depois da escovação e do fio dental e antes do enxaguante bucal.

Como o limpador de língua deve ser usado?

Disponível no mercado em metal e em plástico, com ou sem cerdas, esse instrumento tem na sua ponta um final arredondado, onde se deve encaixar a língua. Dessa forma, o paciente o posiciona sobre ela e puxa de cima para baixo, removendo todos os pequenos agentes presentes na área. É importante lembrar que não se deve fazer uma pressão, pois pode acabar machucando a língua. O limpador é o produto mais recomendado para isso, mas a escova também pode ser usada, embora não seja tão eficaz. “Pode-se usar a própria escova de dentes, passando as cerdas na parte superior da língua até retirar os resíduos. Depois, pode-se usar o enxaguante bucal para finalizar a higienização”, acrescenta a profissional.

O limpador de língua pode combater o mau hálito

Além de deixar a região bucal mais suscetível a problemas, devido à presença das bactérias, a saburra lingual também pode ser associada à halitose. Isso acontece porque, naturalmente, ela é composta por agentes não higiênicos, como restos de alimentos e células descamadas da língua. Dessa forma, quando se proliferam, esses microrganismos, durante todo o processo, vão liberando uma substância conhecida como VSC, rica em enxofre. Assim, o mau cheiro e, consequentemente, a halitose são associados a esse elemento químico.

Posso usar o limpador de língua? Dentista comenta para quem é indicado

O limpador lingual tem diversos funções e benefícios e deve ser usado por todos os pacientes! “Por se tratar de um método de prevenção de higiene bucal, pode ser utilizado por indivíduos de todas as idades, já que seus benefícios podem atingir todos”, comenta Kalina. Mas não se esqueça de conferir com um especialista de qual dos produtos disponíveis é o mais recomendado para você. Lembre-se também de não usá-lo com muita força e procure outras dicas com o seu dentista ;)

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Kalina Diniz - Dentística e Odontologia Estética
São Paulo - SP
CRO-SP: 110560