Colocar aparelho ortodôntico fixo traz diversas mudanças para sua rotina. No entanto, além de modificar seus hábitos de higiene bucal, você também precisa aprender a lidar com a novidade na sua boca. Alguns pacientes podem sentir diferença ao mastigar e até falar, mas todos já se queixaram de lesões causadas pelo aparelho. Por serem comuns de acontecer, os dentista já indicam maneiras para se prevenir e cuidar dos machucados. Pensando nisso, a profissional Laura Neyra Nogueira destacou algumas dessas dicas e trouxemos todas elas reunidas para você. Veja a seguir!

Entenda a importância de fazer a manutenção do aparelho ortodôntico

O tratamento ortodôntico consegue solucionar diversos problemas. Porém, não basta apenas colocá-lo e deixar o aparelho agir sozinho. Sem os cuidados paralelos do paciente, fica difícil atingir os resultados esperados. “O sucesso do tratamento ortodôntico depende das manutenções periódicas realizadas”, comenta a odontologista. A evolução desse tratamento está ligada a movimentação dos dentes, que acontece graças às técnicas aplicadas pelo ortodontista. Dessa maneira, a oclusão e posição dos dentes é corrigida e o paciente conquista o sorriso desejado. “Os pacientes que mantém suas manutenções em dia muito provavelmente terão seu tratamento realizado em menor prazo e sem injúrias aos tecidos bucais e aos dentes”, ressalta ela.

As lesões causadas pelo aparelho fixo são comuns?

Assim como explica a dentista, a novidade do aparelho na boca traz um certo desconforto, principalmente aos lábios e bochechas. “É comum o aparecimento de aftas ou ulcerações logo no início do tratamento quando o aparelho é colado, mas depois estas lesões se tornam menos comum”, destaca Laura. A medida que o paciente se acostuma à presença do novo item na cavidade oral, tudo volta ao normal. No entanto, a falta de higiene correta ao longo do tratamento pode resultar no aparecimento de cáries e problemas na gengiva, como inchaço e inflamações. Fique atento!

Veja os principais cuidados para evitar as lesões na boca

Principalmente por serem queixas que aparecem na maioria dos casos, existem maneiras de cuidar e se prevenir das lesões provocadas pelo aparelho fixo. “No caso das úlceras e aftas, as ceras ortodônticas comumente cedidas pelos profissionais no início e durante o tratamento amenizam bem o desconforto”, indica a dentista. Por outro lado, nos casos mais severos, o ortodontista pode analisar e ver a necessidade de terapias com laser ou medicações tópicas, como enxaguante bucal e creme. “Já as inflamações gengivais devem ser controladas com escovações eficientes, controle da placa bacteriana na superfície dos dentes e do aparelho, cremes dentais, fio dental e escova apropriados”, completa a profissional.

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Laura Neya Nogueira - Cirurgiã dentista Especialista em Ortodontia e Implantodontia
Cuiabá - MT
CRO-MT 2585