A prevenção e o tratamento precoce da cárie é algo sempre citado pelos dentistas. Na maioria das vezes, essa vilã é representada por um pontinho escuro no topo ou na lateral dos dentes. Mas a questão é que nem todo caso é o mesmo. Você sabia que essa bactéria pode ultrapassar a camada do esmalte dentário e alcançar a dentina? Se isso acontecer, quer dizer que existe uma cárie oculta. "Lesões que não são detectadas através do exame intrabucal feito pelo profissional, pois apresentam ausência ou mínima alteração superficial no esmalte", explica a estomatologista Dulce Helena Cabelho.

Como a cárie oculta é diagnosticada?

A profissional afirma que o diagnóstico de cárie é um dos mais complexos em função das inúmeras alterações que o esmalte pode apresentar. No caso da lesão oculta o reconhecimento do problema está nas pigmentações internas e externas dos dentes pela ausência de cavitação. "A detecção é feita baseada em achados clínicos pela alteração de cor e com a complementação de exames de imagem onde podem ser visualizadas áreas compatíveis com perda de estrutura dental", esclarece a especialista.

Cárie oculta X Cárie externa

Por ser uma complicação invisível aos olhos, Dulce conta que a diferença da cárie oculta para a externa está apenas na maneira de detectar. "São diagnosticadas através de exames de imagens, em especial a radiografia Interproximal ou uso de câmeras ou aparelhos intraorais para o diagnóstico por imagem". Já a outra cárie, basta um exame visual feito pelo cirurgião-dentista. Você também é capaz de fazer a sua parte e descobrir alguma alteração com o autoexame bucal que pode ser realizado em frente ao espelho no conforto de casa. Mas lembre-se que o diagnóstico e tratamento adequados só podem ser feitos pelo odontologista, ok?

A escovação é sempre a melhor prevenção

Muito mais que parar de comer doces e alimentos ácidos e açucarados, todo paciente precisa praticar a higiene bucal após as refeições, sem esquecer aquele intervalo de 30 minutos. Essa limpeza precisa ser um hábito e não uma obrigação na rotina. Pense que usando o fio dental, escova macia, uma pasta de dentes que combate o açúcar e aquele enxaguante bucal sem álcool, seu sorriso ficará sempre saudável, bonito e, o melhor de tudo, bem longe das cáries.

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Dulce Helena Cabelho Passarelli - Estomatologia, Patologia Bucal e Laserterapia
São Paulo, SP
CRO-SP: 35856