Em diversos casos, as correções estéticas de um sorriso vão muito além do que a coloração branca dos dentes. O sorriso que apresenta espaços entre os elementos ou posições erradas, por exemplo, pode ser solucionado com a ajuda das lentes de contato dentais. Além de corrigir problemas como esses, o procedimento devolve a autoestima para o paciente. Para entender quais são os cuidados após a colocação das lentes de contato dental, o Sorrisologia conversou com o especialista Vinícius Barçal sobre o assunto.

Conheça os benefícios das lentes de contato dental

De acordo com as definições do dentista, as lentes de contato dentais, ou laminados de cerâmica, podem ser utilizados para dar um novo formatos aos dentes. “Sendo indicados para indivíduos com mais de 18 anos com saúde bucal adequada, que queiram corrigir defeitos de coloração, forma de um determinado dente ou casos que envolvam correção de múltiplos dentes”, comenta ele. As peças também não apresentam um desgaste excessivos dos dentes naturais, como poderia acontecer com coroas cerâmicas em antigas reabilitações. E ainda, como destaca o profissional, o material das facetas é resistente aos pigmentos da alimentação, o que mantém sua cor e brilho por mais tempo, sem o escurecimento fisiológico.

Lentes de contato dentais precisam de manutenção?

A resistência dos lentes de contato, após cimentadas aos dentes, é uma das principais características do procedimento. O odontologista destaca o resultados de estudos da área que indicam que apenas 4% das facetas precisaram ser substituídas após 10 anos. “Porém tudo depende de uma boa manutenção do paciente com hábitos de higiene adequados, utilizar escovas de cerdas macias, evitar hábitos parafuncionais (como roer unhas e morder objetos), para que se possa manter as propriedades estéticas e evitar fraturas das cerâmicas”, esclarece ele. Para completar, as visitas periódicas ao consultório são essenciais, principalmente para avaliar a integridade do tratamento e acúmulo de placa bacteriana e tártaro próximo às margens. “As consultas de manutenção com o dentista são extremamente importantes para aumentar a durabilidade da reabilitação estética com laminados”, orienta.

Quando não é feita a manutenção correta, o que pode acontecer?

Da mesma maneira como acontece com outros procedimentos bucais, a negligência e descuido na manutenção das lentes de contato dentais resultam em problemas diretos para a saúde bucal do paciente. “Ao negligenciar estas consultas clínicas o paciente aumenta o risco de infiltrações cariosas, descolamento das lentes, fraturas e perda do brilho das facetas e lentes de contato dental”, alerta Vinícius. Por isso, siga corretamente as orientações do profissional. Além disso, vale destacar que o tempo de volta ao consultório é determinado pelo dentista. “No primeiro ano pode ser indicado de 3/3 meses e nos demais pode variar entre 6/6 meses a 1 ano de intervalo dependendo dos hábitos de cada paciente”, finaliza.

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Vinícius Barçal - Odontólogo e Especialista em Estética
Rio de Janeiro - RJ
CRO-RJ: 3979-7